Cada deputado ganha pelo menos 200 mil euros por mandato

O Parlamento gasta mensalmente 835,7 mil euros com os vencimentos base dos 230 deputados.

Cada deputado português ganha, no mínimo, 200 mil euros por mandato, de acordo com as contas do “Jornal de Notícias” (JN), divulgadas na edição desta quinta-feira. Todos os meses, o Parlamento gasta 835,7 mil euros apenas com os vencimentos base dos 230 deputados que o constituem.

No final do ano o montante atinge os 11,7 milhões de euros e, num mandato, os 46,8 milhões de euros (sem contabilizar os subsídios a que têm direito). No entanto, há nove anos que os parlamentares têm uma redução de 5% no salário base, o que perfaz um corte de 190 euros mensalmente.

Por exemplo, o presidente de um grupo parlamentar ou secretário da mesa do plenário aufere 244,4 mil euros por mandato (61,1 mil euros por ano) e um presidente de uma comissão parlamentar recebe 234 mil euros em quatro anos (58,5 mil euros anuais), conforme assinala o JN com base na informação da Assembleia da República.

Recomendadas

PremiumRicardo Baptista Leite: “Não mantemos a economia a funcionar por decreto”

Deputado social-democrata ficou surpreendido com a exoneração de Jamila Madeira, mas diz estar mais focado no combate à pandemia. E defende mecanismos financeiros para incentivar isolamento voluntário de infetados e suspeitos de terem Covid-19.

“É um marco na confiança no futuro”. António Costa enaltece recorde de 51 mil novos alunos no ensino superior

São 50.964 os alunos que garantiram entrada nas universidades e politécnicos portugueses, segundo os resultados da primeira fase do Concurso Nacional de Acesso, divulgados este domingo. De acordo com o chefe do Governo, Portugal deve “continuar a aumentar e diversificar as formações superiores, de jovens e adultos”.

OE2021: Negociações já têm avanços concretos como novo apoio social – Governo

Segundo o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, isto revela da parte do Governo “uma enorme disponibilidade para negociar” com os partidos à esquerda do PS, com os quais se tem reunido, para, “em torno destas propostas e de outras, concretizar um entendimento para o Orçamento do Estado” para 2021.
Comentários