Câmara de Lisboa ordena “remoção imediata” de contentor que estava para arrendar por 600 euros

Embora o terreno onde os contentores estão localizados seja privado, o gabinete do presidente da Câmara diz que “as estruturas são ilegais por não terem sido precedidas do respetivo licenciamento nos serviços de urbanismo da CML, estando em causa condições de habitabilidade e de segurança/acesso ao local”.

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) decretou a “remoção imediata” dos seis contentores localizados na freguesia de Marvila, que estavam disponíveis para arrendamento nas plataformas OLX e Imovirtual, noticia o “Público” esta quarta-feira, 14 de agosto. Um desses contentores estava disponível para arrendamento por 600 euros.

Depois da controvérsia criada nas redes sociais gerada pelo anúncio de “apartamentos” inseridos em contentores, o gabinete do autarca Fernando Medina garantiu – depois de ser questionado pelo matutino – que as referidas habitações são ilegais. As críticas nas redes sociais prendiam-se sobre o valor cobrado por um T0 e por se tratar de um aparente sintoma da escalada das rendas em Lisboa, contudo, o anunciante afirmou ao “Público” que os seis contentores já estavam “reservados”.

Embora o terreno onde os contentores estão localizados seja privado, o gabinete do presidente da Câmara diz que “as estruturas são ilegais por não terem sido precedidas do respetivo licenciamento nos serviços de urbanismo da CML, estando em causa condições de habitabilidade e de segurança/acesso ao local”.

Foi, por isso, “determinada a intimação à remoção imediata dos contentores, demolição da rede de infraestruturas e a imediata cessação de utilização com abertura de processo de contra-ordenação”.

“As devidas medidas em caso de incumprimento do determinado” serão tomadas pela autarquia.

Ao todo, foram colocados no mercado de arrendamento seis contentores recuperados e isolados com “zona de preparação de refeições e sala comunitária” para todos, com 400 metros de áreas comuns. A lotação para os apartamentos está restrita ao uso por duas pessoas, sendo possível arrendar apartamento com beliche ou cama de casal.

As imagens do imóvel mostram uma casa de banho com sanita, lavatório e duche, além de uma cómoda que deve ser partilhada. O apartamento T0 tem um total de 12 metros quadrados, o que significa que cada metro quadrado tem um valor de 50 euros.

Contentor em Marvila disponível para arrendamento. Preço: 600 euros

Ler mais
Recomendadas

Volume de colocação de escritórios vai cair 10% este ano

Apenas Roma e Bruxelas superaram Lisboa no volume de absorção de escritórios ao longo do primeiro semestre do ano, diz a Worx. No entanto, a perspetiva da Savills aponta para uma quebra de 10% na colocação de escritórios em 2019 face a 2018.

Algarve domina nos municípios com casas mais caras

Dos 25 municípios analisados, onze encontram-se na região algarvia. No entanto, é em Lisboa que o preço do metro quadrado é mais elevado.

Taxas de juro das casas subiram em julho

Este valor representa um crescimento de 0,6 pontos base em relação ao mês anterior. Nos contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro subiu dos 1,267% para os 1,305%.
Comentários