Campeões europeus de futebol por Portugal lançam criações de NFT (com áudio)

José Fonte e Éder tornam-se nos primeiros futebolistas mundiais a entrar nesta arte digital que tem vindo a crescer no mundo do desporto, com maior predominância nos Estados Unidos.

Depois de terem conquistado o campeonato da Europa em 2016 ao serviço de Portugal, os futebolistas José Fonte e Éder tornam-se nos primeiros jogadores a nível mundial a lançar os seus próprios NFTs, uma área de arte digital que tem vindo a fazer sucesso entre diversos desportistas, em particular nos Estados Unidos.

As duas criações foram feitas em parceria com a empresa Jedi3, e vão estar em leilão na  plataforma de NFTs, OpenSea, a partir desta sexta-feira, 7 de maio e até ao próximo dia 13 de maio. As verbas recolhidas irão ser doadas a instituições escolhidas pelos dois internacionais portugueses.

Neste primeiro lançamento estarão disponíveis 10 edições numeradas da bota direita de Éder que marcou o golo da final do Euro, em versão 3D digital e assinadas pelo jogador; 10 edições numeradas de uma ilustração digital que representa o caminho percorrido pelo defesa central do Lille, José Fonte até ao título no Euro, assinadas pelo jogador.

Ainda sem data definida estará também a leilão uma “masterpiece” da bota de Éder que dará direito ao item digital mais a própria chuteira com que o avançado do Lokomotiv de Moscovo marcou o golo que deu o título a Portugal.

José Fonte refere que “entrámos no mundo dos NFT porque é algo que está muito trendy, sobretudo nos EUA, e pela conexão que podemos ter com os nossos fãs, pela autenticidade que tem. É uma oportunidade excelente para ter mais uma forma de partilhar com os adeptos algo novo e interessante. Estou entusiasmado e espero que as pessoas gostem do resultado”.

Por sua vez, Éder afirma que os NFT são “um mundo novo, que tem evoluído bastante e que nos dá a oportunidade de estarmos ligados aos adeptos do futebol e de recordar uma grande conquista. Decidimos entrar para criar itens autênticos e que são importantes para nós e que podem ter valor para os fãs”.

João Matos Cruz, da Jedi 3, explica que “este projeto nasce da fusão de interesses diversos dum grupo de amigos: futebol, blockchain e arte digital”.

Recomendadas

Mais de três mil investidores subscreveram as obrigações da Sporting SAD

A SAD do Sporting colocou 40 milhões de obrigações em 3.336 investidores e 56,4% investiram entre os dois mil e os cinco mil euros. A procura foi de mais de 53 milhões e excedeu a oferta, dando lugar a rateio.

China crítica boicote diplomático dos Estados Unidos aos Jogos Olímpicos de Inverno 2022 e ameaça retaliar (com áudio)

Na segunda-feira, dia 6 de dezembro, os EUA disseram que não enviariam diplomatas a Pequim devido a preocupações com o histórico de direitos humanos da China. No entanto, Washington acrescentou que os atletas norte-americanos poderiam ir e teriam total apoio do governo.

Empréstimo obrigacionista de 40 milhões de euros do Sporting foi subscrito na totalidade

O período de subscrição terminou ontem, dia 6 de dezembro, às 15h e, segundo as informações avançadas pelo Sporting, registou-se uma “procura elevada” que acabou por superar a oferta pública.
Comentários