CEO da Unbabel debate inteligência artificial em cimeira nos Estados Unidos

O Global Summit decorre entre 19 e 21 de agosto, em São Francisco, e contará também com a presença de uma comitiva portuguesa coordenada pela Beta-i, que inclui as empresas parceiras da SingularityU Portugal, Galp, Semapa e Ageas.

O diretor-executivo da empresa tecnológica Unbabel, o português Vasco Pedro, será um dos oradores no Global Summit da Singularity University, que começa segunda-feira em São Francisco, e vai focar-se nas ideias exponenciais que irão moldar o mundo.

Membro da diáspora portuguesa que está baseada em Silicon Valley, Califórnia, Vasco Pedro é especialista na integração entre a inteligência artificial (IA) e seres humanos e vai falar num painel intitulado “Solving Today’s Problems with AI” (Resolvendo os problemas de hoje com IA), orientado para a aplicação prática destas tecnologias na vida atual.

“O que eu acabo por falar é, de um modo mais geral, da interação entre IA e seres humanos a vários níveis”, explicou à Lusa o responsável da empresa, que oferece uma solução de tradução automática com editores humanos e tem entre os clientes a Pinterest, Change.org, Skyscanner e Weebly.

“A Unbabel é um dos casos em que a IA e os humanos estão a colaborar para criar um processo mais eficiente, com mais escalabilidade, mais qualidade”, disse Vasco Pedro.

“Mas há uma série de outros sítios onde isso está a acontecer e no fundo é o início”, sublinhou, referindo que a presença de inteligência artificial na vida quotidiana “vai ser algo mais presente”.

O especialista acredita que a inteligência artificial “vai ser a próxima geração de ferramentas sofisticadas que vão ajudar o ser humano em tarefas cada vez mais complexas”.

A Singularity University é uma escola de inovação criada pelos futuristas Ray Kurzweil e Peter Diamandis, focando-se em tecnologias exponenciais, na ideia de singularidade e de que a inteligência artificial vai ultrapassar as capacidades humanas.

“O que a Singularity University reúne é um conjunto de pessoas excecionais que estão a pensar no futuro”, resumiu Vasco Pedro, “sobre como é que o pensamento exponencial vai afetar uma série de áreas da humanidade”.

O impacto para quem participa é grande, disse o diretor-executivo, mencionando como fatores a inspiração, a possibilidade de perceber para onde o mundo está a ir e como as empresas se encaixam nas tendências que estão a aparecer.

O convite para integrar a lista de oradores no Singularity Summit 2019 dará à Unbabel maior visibilidade em Silicon Valley, já que este é um dos eventos virados para o futuro mais cotados da região.

“Em Portugal temos tido bastante projeção, em São Francisco temos muito menos porque o mercado americano é gigantesco”, disse.

“Há muitas ‘startups’ que estão a crescer como nós, é um ecossistema muito maior e estamos ainda no início de criar a marca como temos em Portugal”, disse, referindo: “Sem dúvida que precisamos de exposição”.

O Global Summit decorre entre 19 e 21 de agosto e contará também com a presença de uma comitiva portuguesa coordenada pela Beta-i, que inclui as empresas parceiras da SingularityU Portugal, Galp, Semapa e Ageas.

A SingularityU Portugal foi criada no ano passado por uma ‘joint venture’ composta pela Beta-i, cidade de Cascais e Nova School of Business and Economics (Nova SBE), com um summit nacional a 8 e 9 de outubro de 2018.

A intervenção de Vasco Pedro está marcada para terça-feira.

Unbabel abre novo escritório nos Estados Unidos

Ler mais
Recomendadas

Já se pode candidatar a bolsas de 6.000 euros para cursos tecnológicos

A escola tecnológica Ironhack e a empresa de recrutamento Landing.jobs uniram-se para oferecer a cinquenta estudantes a possibilidade de frequentar um de dois cursos – Web Development (Programador de Sistemas) ou UX/UI Design (Design de Interface de Utilizador).

Alfândega do Porto acolhe 130 tecnologias de inovação colaborativa e nacional

A Alfândega do Porto vai receber esta quinta-feira o TECH@PORTUGAL, uma iniciativa que visa demonstrar 130 tecnologias de “inovação colaborativa entre as empresas e entidades do sistema científico”, afirmou fonte da Agência Nacional de Inovação.

Banco Credibom relança programa para startups e PME e oferece 5.000 euros

As candidaturas à segunda edição do “Start & Pulse” decorrem até ao próximo dia 14 de julho. O vencedor receber um prémio monetário para suportar o desenvolvimento do projeto de experimentação.
Comentários