Cerca de 50 pessoas retiradas das suas casas devido a fogo no concelho de Sintra

Em declarações à agência Lusa cerca das 18:25, Paula Alves referiu que os moradores foram retirados das habitações devido à imprevisibilidade da direção do fogo, tendo em conta o vento que se faz sentir na zona.

Cerca de 50 pessoas foram hoje retiradas das suas casas na localidade da Venda Seca, concelho de Sintra, por precaução, devido ao incêndio que deflagra na serra da Carregueira, disse a presidente da União de Freguesias de Queluz e Belas.

Em declarações à agência Lusa cerca das 18:25, Paula Alves referiu que os moradores foram retirados das habitações devido à imprevisibilidade da direção do fogo, tendo em conta o vento que se faz sentir na zona.

“O vento não está a ajudar”, reforçou.

De acordo com a página da internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, consultada pela Lusa cerca das 18:40, combatem este incêndio 358 operacionais, apoiados por 105 veículos e cinco meios aéreos.

O incêndio teve início às 15:20, numa zona de mato, junto ao Estabelecimento Prisional da Carregueira e do Centro de Tropas e Comandos, disse, anteriormente, fonte da Proteção Civil.

Recomendadas

Carro atropela várias pessoas durante desfile de carnaval na Alemanha

Um carro atropelou várias pessoas durante um desfile de carnaval em Volkmarsen, Alemanha.

Coronavírus: Alemanha não está a considerar encerrar as fronteiras

Com a vizinha Itália a braços com um aumento repentino do número de casos de pessoas infetadas pelo coronavírus, a Alemanha não considera encerrar as suas fronteiras, segundo o porta-voz do ministro do interior.

Covid-19: Governo mantém contacto com autoridades para transferir português

“O nosso concidadão continua no navio em quarentena e ainda não foi transferido para um hospital de referência. Continuamos a insistir com as autoridades japoneses para que o seja. Esperamos que venha a ser nas próximas horas ou dias”, disse à Lusa Augusto Santos Silva.
Comentários