Chefe da diplomacia de Trump: “China vai usar todos os instrumentos à sua disposição para oprimir os povos do mundo”

Washington alertou o Governo de António Costa para o que considera ser os riscos da abertura das redes de telecomunicações a empresas chinesas. Lisboa diz que vai respeitar as conclusões da análise que está a ser realizada por Bruxelas ao dossier do 5G.

O chefe da diplomacia da Casa Branca veio a Portugal e abordou diretamente a questão das redes de telecomunicação de nova geração (5G). Uma empresa chinesa, a Huawei, tem  estado a apostar forte no desenvolvimento do 5G, um avanço que não é bem visto pela Casa Branca que teme que Pequim possa usar esta rede para espiar outros países.

“O Partido Comunista chinês não vai hesitar em usar seja o que for para oprimir o seu povo e os outros povos do mundo, usarão todos os instrumentos à sua disposição”, declarou o ministro dos Negócios Estrangeiros norte-americano.

“Temos de garantir que nunca os chineses nunca vão suprimir as forças democráticas seja aqui, seja nos Estados Unidos ou noutras partes do mundo”, disse esta quinta-feira em conferência de imprensa em Lisboa.

“Temos de avaliar o risco dos investimentos chineses nestas áreas estratégicas e sensíveis”, afirmou Mike Pompeo, o homem forte de Donald Trump para as relações internacionais.

Pelo Governo português, o ministro dos Negócios Estrangeiros afirmou que Lisboa está a “trabalhar no âmbito da União Europeia para avaliar de forma significativa riscos e vulnerabilidades relacionadas com o lançamento das redes 5G”.

“Respeitaremos todos os resultados dessas avaliações para garantir que a transição digital possa ir de mãos dadas com o fortalecimento da nossa segurança nacional e com o trabalho dos nossos aliados”, segundo Augusto Santos Silva.

 

Ler mais
Recomendadas

PremiumIsraelitas já têm planos para mais hotéis em Lisboa

O grupo Fattal vai abrir um hotel de quatro estrelas na baixa de Lisboa em 2022, num investimento de 20 milhões. A companhia detém 200 hotéis e procura mais oportunidades em Lisboa, Porto, Estoril e Algarve.

PremiumPortugueses dominam negócio milionário dos transplantes capilares

Alta tecnologia e investigação científica promovida por Paulo Ramos, associado aos fundos Vallis-Hermes e a CR7, permitiu criar rede que fatura milhões.

PremiumJerónimo Martins vai investir até 750 milhões para ter mais 290 lojas em 2020

Ara, na Colômbia, vai ter mais 130 lojas, e Biedronka, na Polónia, mais 100. Em Portugal, o Pingo Doce vai apostar num novo conceito de loja.
Comentários