China investe em empresa fotovoltaica de Florentino Pérez

A chinesa Shangai Electric chegou a um acordo de princípio com a ACS para comprar o negócio fotovoltaico da espanhola.

A empresa espanhola de construção e engenharia ACS, liderada pelo presidente do Real Madrid Florentino Pérez, alcançou um acordo de princípio para venda dos seus projetos de energia fotovoltaica em Espanha, avança o site elEconomista.

O comprador, cujo nome não foi ainda comunicado ao regulador do mercado CNMV, é a chinesa Shangai Electric, adianta a mesma publicação, segundo a qual o acordo, já alinhavado, deverá ficar concluído nos últimos dias de janeiro.

O negócio respeita tanto aos projetos já existentes como aos que estão em desenvolvimento e ficarão concluídos entre 2020 e 2022, atingindo uma potência total estimada de 3.000 MW.

O elEconomista avança também que a operação deverá ser realizada com uma mais valia para a espanhola na casa dos 250 milhões de euros.

A ACS procura, atualmente, também comprador para a empresa mineira Thiess que detém na Austrália e está avaliada em 1.900 milhões de euros.

 

Ler mais

Recomendadas

Governo tem 38 milhões para trabalhadores informais

Entre os requisitos para aceder ao apoio está “a vinculação ao sistema de proteção social durante 30 meses, findo o prazo de concessão do apoio (dezembro de 2020)”.

Exportações tombam 15,4% este ano e crescem 8,4% em 2021, segundo o Governo

A resolução do Conselho de Ministros que aprova o Programa de Estabilização Económica e Social foi publicada no sábado à noite no suplemento do Diário da República e inclui as previsões do Governo para 2020 e 2021 que não tinham sido apresentadas por António Costa.

Governo estima inflação com recuo de 0,2% em 2020 e aumento de 0,4% em 2021

A resolução do Conselho de Ministros que aprova o Programa de Estabilização Económica e Social foi publicada no sábado à noite no suplemento do Diário da República.
Comentários