China responde aos EUA e anuncia tarifas adicionais a importações de produtos norte-americanos

Esta é a resposta do Governo chinês à implementação de tarifas por parte dos EUA sobre a importação de produtos chineses e que poderão chegar a um valor de 180 milhões de euros.

Presidente chinês, Xi Jinping, e governante norte-americano, Donald Trump, conversam durante evento em Pequim, China 09/11/2017 REUTERS/Thomas Peter

A partir de 1 de junho, 2.493 de bens importados dos EUA pela China vão pagar uma taxa de 25% num valor estimado de 53 mil milhões de euros, de acordo com informação divulgada esta segunda-feira através do ministro das finanças chinês e citada pela ‘Bloomberg’.

Esta é a resposta do Governo chinês à implementação de tarifas por parte dos EUA sobre a importação de produtos chineses e que poderão chegar a um valor de 180 milhões de euros.

As tarifas, que vão ter efeito a partir de 1 de junho, irão refletir-se em alguns bens que já constavam de uma lista que remonta a 2018.

Na semana passada, Donald Trump prometeu não recuar na imposição de novas tarifas sobre as importações chinesas, a menos que Pequim “pare de trair os nossos trabalhadores”, numa altura em que uma delegação chinesa inicia conversações em Washington esta quinta e sexta-feira para tentar salvar o acordo comercial.

A China ameaçou retaliar se as tarifas sobre os produtos chineses no valor de 180 mil milhões de euros aumentarem para 25% na passada sexta-feira, reacendendo as preocupações com a desaceleração económica global.

Relacionadas

Já viu o “Mercados em Ação” desta semana? Guerra comercial e projeções económicas em debate

Shrikesh Laxmidas (Diretor Adjunto do JE) e Marco Silva (consultor de estratégia e investimento), abordam temas como a guerra comercial entre os EUA e a China, as projeções económicas da Comissão Europeia e a época de resultados das cotadas.
Guerra Comercial EUA-China

China promete retaliar caso Estados Unidos subam tarifas sobre produtos chineses

O ministério chinês do Comércio disse esta quinta-feira que vai retaliar caso Washington suba as taxas alfandegárias sobre bens importados da China, na véspera de uma ronda negocial decisiva para pôr fim à guerra comercial entre os dois países.
Recomendadas

Preços de Transferência: Qual o papel dos prestadores de serviços na ajuda às multinacionais

Criação de valor com os preços de transferência está na ordem do dia. As empresas que querem vir a internacionalizar não podem descurar esta dinâmica. As consultoras estão atentas a esta matéria fiscal com o objetivo de obterem os melhores resultados para os clientes.

Marcelo não se pronuncia sobre crédito da Caixa a Isabel dos Santos

“Não comento casos específicos nesse domínio, como noutros”, disse Presidente da República, questionado sobre as notícias do empréstimo de 125 milhões de euros pela Caixa Geral de Depósitos (CGD) a Isabel dos Santos, sem que a instituição tenha avaliado se a empresária tinha capacidade financeira para pagar.

“Quem não for votar, não diga que outros acabaram por fazer escolhas que não aquelas que queriam”, diz Marcelo

Presidente da República apelou à participação eleitoral este domingo e defendeu que “o voto é de cada qual e desperdiça-lo é verdadeiramente, em todos os momentos, mas agora em particular, um erro enorme”.
Comentários