Cláudia Santos Malaquias vai da Miranda para a Abreu

A advogada integrou recentemente a equipa de Corporate e M&A do escritório liderado por Duarte d’Athayde.

A Abreu Advogados anunciou esta semana a integração de Cláudia Santos Malaquias como advogada principal da equipa de Corporate e M&A. O escritório liderado por Duarte d’Athayde passa agora a contar com a ex-associada sénior da Miranda & Associados, firma onde esteve oito anos.

Licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa, Cláudia Santos Malaquias tem também uma pós-graduação em Direito Contratual e um LL.M em International Business Law. Além disso, a jurista participou no curso pós-graduado em Corporate Finance (módulo de Debt Finance) na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

Habitualmente, exerce na área de societário e comercial, Direito Cambial, investimento estrangeiro e apoia juridicamente operações no mercado africano, nomeadamente em Angola. “Tem particular intervenção na assessoria a sociedades e grupos empresariais, nacionais e internacionais, em assuntos de direito comercial e societário, designadamente, constituição de sociedades, acordos parassociais, compra e venda de participações sociais, aquisições, fusões, cisões, entradas de ativos ou permutas de ações, reestruturações e transformações societária”, diz a sociedade de advogados.

Recomendadas

Portugal soma mais de 8,4 mil milhões em fusões e aquisições de empresas até novembro

As operações de M&A aumentaram nos primeiros 11 meses do ano, em termos homólogos, mas as compras no setor Imobiliário nacional tiveram uma retração de 2%, segundo o Transactional Track Record.

António Andrade é o novo sócio da Abreu Advogados

O novo sócio da Abreu, que transita da VdA, vai reforçar a aposta do escritório em Propriedade Intelectual com especial enfoque na área da ciência farmacêutica e de biotecnologia.

Consultora alemã Mirow & Co está a recrutar em Portugal

“Somos uma alternativa bem-vinda à própria McKinsey e BCG”, garante o empresário alemão Andreas Mirow, sócio e fundador da empresa, em entrevista ao Jornal Económico.
Comentários