“Cleantech Camp” tem 20 mil euros para quem promover melhor as energias limpas

O programa irá financiar testes-piloto com os seus sócios industriais e irá realizar-se no Porto, em Madrid e em Barcelona, sendo promovido pela InnoEnergy, Naturgy, Enagas, CEiiA e Barcelona Activa. Destina-se a ideias de negócio ou empresas em fase inicial que atuem no setor das energias limpas.

A quarta edição do “Cleantech Camp“, um programa de aceleração destinado a ideias de negócio ou empresas em fase inicial que atuem no setor das energias limpas, procura, a partir desta quarta-feira, novos projetos de transição energética e a mobilidade sustentável.

A InnoEnergy, a Naturgy, a Enagas (pelo Programa de Empreendorismo Corporativo e Inovação Aberta, Enagás Emprende), o Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto (CEiiA) e a Barcelona Activa são os responsáveis por este concurso onde serão escolhidos os três projetos com maior potencial, que receberão um prémio de 20.000 euros, 10.000 euros e 5.000 euros, respetivamente.

Este programa irá financiar testes-piloto, no máximo de 15 projetos, “que poderão obter prémios valorizados em mais de 50 mil euros para a sua aceleração”, segundo os seus promotores.

Os selecionados irão realizar um programa formativo nas cidades do Porto, de Madrid e Barcelona durante várias semanas, contando com a participação da ESADE (instituição de ensino de Barcelona) como training partner. Combinará sessões de formação, workshops especializados para o desenvolvimento dos projetos e encontros de networking, liderados por diferentes especialistas.

O “Cleantech Camp” procura também projetos digitais e com vocação industrial orientados para a eficiência energética e que impulsionem a transição energética através das energias renováveis, produção descentralizada capacitando o consumidor, cuja aplicação seja feita a partir de novas tecnologias, como blockchainbig data e inteligência artificial.

Que soluções que procuram a Naturgy e a Enagas?

 

  • Inteligência Artificial aplicada ao cliente
  • Combinadas de gás e eletricidade renováveis
  • Novos modelos de negócio em mobilidade sustentável e baterias e consumo próprio
  • Mobilidade sustentável em GNV
  • Gás renovável (biogás-biometano)
  • Power2Gas e geração de hidrogénio renovável
  • Armazenamento, regasificação e transporte de gás natural e outros gases renováveis

As candidaturas podem ser realizadas através do site www.cleantechcamp.com de 23 de janeiro a 24 de fevereiro.

Ler mais
Recomendadas

Passes, energia renovável e eficiência. Os truques de Medina para combater as alterações climáticas

“Olhando para os dados, os últimos anos foram os mais quentes de que há registo”, afirmando que esta é uma das realidades mais visíveis no nosso país, que tem enfrentado secas extremas, incêndios e cheias.

Sociedade Ponto Verde explica economia circular às empresas

Este evento vai explicar como implementar os conceitos ‘reduzir’, ‘reutilizar’, ‘recuperar’ e ‘reciclar’ na gestão diária das organizações,

Alterações climáticas: Lisboa ameaçada por cheias, seca, subida do nível do mar e calor excessivo

“A erosão continua, o calor excessivo aumenta, a seca meteorológica vai aumentar na zona de Setúbal e as cheias vão atacar o Tejo”, especialmente na região em que o Governo está a planear construir o aeroporto do Montijo, alerta especialista.
Comentários