“Cleantech Camp” tem 20 mil euros para quem promover melhor as energias limpas

O programa irá financiar testes-piloto com os seus sócios industriais e irá realizar-se no Porto, em Madrid e em Barcelona, sendo promovido pela InnoEnergy, Naturgy, Enagas, CEiiA e Barcelona Activa. Destina-se a ideias de negócio ou empresas em fase inicial que atuem no setor das energias limpas.

A quarta edição do “Cleantech Camp“, um programa de aceleração destinado a ideias de negócio ou empresas em fase inicial que atuem no setor das energias limpas, procura, a partir desta quarta-feira, novos projetos de transição energética e a mobilidade sustentável.

A InnoEnergy, a Naturgy, a Enagas (pelo Programa de Empreendorismo Corporativo e Inovação Aberta, Enagás Emprende), o Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto (CEiiA) e a Barcelona Activa são os responsáveis por este concurso onde serão escolhidos os três projetos com maior potencial, que receberão um prémio de 20.000 euros, 10.000 euros e 5.000 euros, respetivamente.

Este programa irá financiar testes-piloto, no máximo de 15 projetos, “que poderão obter prémios valorizados em mais de 50 mil euros para a sua aceleração”, segundo os seus promotores.

Os selecionados irão realizar um programa formativo nas cidades do Porto, de Madrid e Barcelona durante várias semanas, contando com a participação da ESADE (instituição de ensino de Barcelona) como training partner. Combinará sessões de formação, workshops especializados para o desenvolvimento dos projetos e encontros de networking, liderados por diferentes especialistas.

O “Cleantech Camp” procura também projetos digitais e com vocação industrial orientados para a eficiência energética e que impulsionem a transição energética através das energias renováveis, produção descentralizada capacitando o consumidor, cuja aplicação seja feita a partir de novas tecnologias, como blockchainbig data e inteligência artificial.

Que soluções que procuram a Naturgy e a Enagas?

 

  • Inteligência Artificial aplicada ao cliente
  • Combinadas de gás e eletricidade renováveis
  • Novos modelos de negócio em mobilidade sustentável e baterias e consumo próprio
  • Mobilidade sustentável em GNV
  • Gás renovável (biogás-biometano)
  • Power2Gas e geração de hidrogénio renovável
  • Armazenamento, regasificação e transporte de gás natural e outros gases renováveis

As candidaturas podem ser realizadas através do site www.cleantechcamp.com de 23 de janeiro a 24 de fevereiro.

Ler mais
Recomendadas

Ondas de calor, secas extremas, mais chuva: os verões vão mudar completamente com o aquecimento global

O alerta já foi feito pelo Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas, em 2018, sobre os impactos da subida da temperatura em 1,5º Celsius. Agora, um novo estudo vem informar que se o percurso das emissões actuais se mantiver, o aumento dos dois graus Celsius poderá ser alcançado em meados deste século com possibilidade de chegar aos três graus Celsius.

Islândia perde primeiro glaciar e realiza funeral para honrar ‘Ok’

“Nos próximos 200 anos, estima-se que todos os nossos glaciares sigam o mesmo caminho. Este monumento serve para reconhecer que nós sabemos o que está a acontecer e o que precisa de ser feito”, lê-se na descrição da placa colocada para honrar Okjökull.

Gronelândia é “um grande negócio imobiliário” para Trump. Dinamarca diz que compra é “ideia absurda”

A última tentativa de compra da Gronelândia aconteceu em 1946 por Harry Truman. Apesar dos governantes da Dinamarca e da Gronelândia ressalvarem que a compra não vai acontecer, Trump sustentou que seria “um bom negócio imobiliário”
Comentários