“Cleantech Camp” tem 20 mil euros para quem promover melhor as energias limpas

O programa irá financiar testes-piloto com os seus sócios industriais e irá realizar-se no Porto, em Madrid e em Barcelona, sendo promovido pela InnoEnergy, Naturgy, Enagas, CEiiA e Barcelona Activa. Destina-se a ideias de negócio ou empresas em fase inicial que atuem no setor das energias limpas.

A quarta edição do “Cleantech Camp“, um programa de aceleração destinado a ideias de negócio ou empresas em fase inicial que atuem no setor das energias limpas, procura, a partir desta quarta-feira, novos projetos de transição energética e a mobilidade sustentável.

A InnoEnergy, a Naturgy, a Enagas (pelo Programa de Empreendorismo Corporativo e Inovação Aberta, Enagás Emprende), o Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto (CEiiA) e a Barcelona Activa são os responsáveis por este concurso onde serão escolhidos os três projetos com maior potencial, que receberão um prémio de 20.000 euros, 10.000 euros e 5.000 euros, respetivamente.

Este programa irá financiar testes-piloto, no máximo de 15 projetos, “que poderão obter prémios valorizados em mais de 50 mil euros para a sua aceleração”, segundo os seus promotores.

Os selecionados irão realizar um programa formativo nas cidades do Porto, de Madrid e Barcelona durante várias semanas, contando com a participação da ESADE (instituição de ensino de Barcelona) como training partner. Combinará sessões de formação, workshops especializados para o desenvolvimento dos projetos e encontros de networking, liderados por diferentes especialistas.

O “Cleantech Camp” procura também projetos digitais e com vocação industrial orientados para a eficiência energética e que impulsionem a transição energética através das energias renováveis, produção descentralizada capacitando o consumidor, cuja aplicação seja feita a partir de novas tecnologias, como blockchainbig data e inteligência artificial.

Que soluções que procuram a Naturgy e a Enagas?

 

  • Inteligência Artificial aplicada ao cliente
  • Combinadas de gás e eletricidade renováveis
  • Novos modelos de negócio em mobilidade sustentável e baterias e consumo próprio
  • Mobilidade sustentável em GNV
  • Gás renovável (biogás-biometano)
  • Power2Gas e geração de hidrogénio renovável
  • Armazenamento, regasificação e transporte de gás natural e outros gases renováveis

As candidaturas podem ser realizadas através do site www.cleantechcamp.com de 23 de janeiro a 24 de fevereiro.

Ler mais
Recomendadas

Agência do Ambiente está a atrasar construção da nova ponte sobre o Douro, afirma autarca do Porto

O presidente da Câmara do Porto afirmou que os técnicos da Agência Portuguesa do Ambiente estão a “atrasar” a construção da ponte D. António Francisco dos Santos, que ligará Vila Nova de Gaia ao Porto.

Cientistas descobrem na costa da Madeira novo fenómeno de poluição com plástico

Investigadores do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE) descobriram na ilha da Madeira rochas com crostas de plástico que acreditam poder ser uma nova forma de poluição.

Renováveis em Portugal valem investimento superior a 650 milhões de euros e criam 4 mil empregos diretos

“O crescimento do setor renovável contribuiu para a redução da dependência energética externa do país, tendo esta ficado pelos 80% em 2017, quando em 2007 havia atingido os 83%”, dizem.
Comentários