PremiumCoca Cola a 1% de ser 100% reciclável

A pandemia fez com que a CCEP registasse uma queda de lucros expressiva em Portugal, mas não desacelarou o compromisso da empresa com a sustentabilidade.

A Coca Cola European Partners (CCEP) investiu 180 milhões de euros em projetos sociais e ambientais em Portugal de modo a tornar a sua operação 100% sustentável.

Este financiamento permitiu que a multinacional reduzisse as suas emissões de CO2 em 8.200 toneladas – o equivalente à produção de resíduos na área de Lisboa por um período de cinco anos –, plantasse 18.400 árvores e poupasse perto de três milhões de euros ao tornar a fábrica em Azeitão energeticamente eficiente, de acordo com a distinção internacional do Clean Energy Ministerial. Neste momento a fábrica opera 100% à base de energias renováveis.

Estas foram as principais conclusões do Relatório de Sustentabilidade de 2019 emitido pela Coca Cola (e as subsidiárias The Coca Cola Company (TCCC) e a Coca Cola European Parteners (CCEP), enviado ao Jornal Económico (JE).

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Banco de Portugal obriga financeiras em regime de livre prestação de serviços a reporte

Centenas as instituições estão registadas em Portugal como instituições de crédito da União Europeia em regime de livre prestação de serviços e entidades de moeda eletrónica com sede na Europa em regime de livre prestação de serviços, caso dos bancos digitais N26, Openbank ou Revolut.

Transportes Metropolitanos de Lisboa aprovado pelo Conselho Metropolitano

A Área Metropolitana de Lisboa detém a totalidade da empresa, que vai o património da empresa OTLIS – Operadores de Transportes da Região de Lisboa.

Autoeuropa confirma intenção de não renovar contrato a 120 trabalhadores, revela sindicato

“A Autoeuropa reafirmou a intenção de não renovar os contratos com os 120 trabalhadores. E nós, mais uma vez, reafirmámos que isso não faz qualquer sentido. E que, na nossa opinião, havia alternativas para recolocar estes trabalhadores em outras áreas na fábrica”, disse o dirigente do SITE-SUL, Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Sul.
Comentários