Comércio internacional contribui para um aumento do défice em sete milhões

De acordo com o INE, o défice da balança comercial de bens registou um aumento de 7 milhões de euros face ao mês homólogo de 2018, atingindo 1,647 milhões de euros em outubro de 2019.

Em outubro de 2019, as exportações e as importações de bens registaram um aumento de 8,4% e 6,5%, fazendo com que o défice da balança comercial atingisse 1,647 milhões de euros no mesmo período, o que representa um aumento do défice de 7 milhões de euros face ao mesmo mês de 2018.

Os dados são confirmados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), esta terça-feira, que informa que excluindo os combustíveis e lubrificantes, as exportações aumentaram 7,3% e as importações cresceram 5,9% (mais 6,7% e 10,4%, respetivamente, em setembro de 2019). No trimestre terminado em outubro de 2019, as exportações e as importações aumentaram 3,6% e 5,3%, respetivamente, face ao trimestre terminado em outubro de 2018.

Segundo o INE, em outubro de 2019 e em termos das variações homólogas mensais, as exportações e as importações aumentaram 8,4% e 6,5%, respetivamente. A variação apresentada em ambos os fluxos foi principalmente resultado da evolução registada no comércio dentro do espaço europeu. “Salientam-se os acréscimos nas exportações e importações de material de transporte”, informa o documento. “Destaca-se ainda o decréscimo nas importações de fornecimentos industriais (menos 2,2%), o único decréscimo nas transações de todas as grandes categorias económicas”.

Principais clientes

De acordo com os dados do INE, tendo em conta os principais países de destino e os principais fornecedores em 2018, destacam-se os acréscimos nas exportações para França (mais 16,0%) e para os Estados Unidos (mais 46,8%). As exportações para Angola registaram o único decréscimo, menos 13,7%.

Os aumentos nas importações provenientes de França são os que mais se destacam, mais 15,8%, sobretudo de outro material de transporte (maioritariamente aviões). As importações provenientes da Rússia registaram o único decréscimo, com uma queda de 87,1%, sobretudo devido aos combustíveis e lubrificantes.

 

Ler mais

Recomendadas

Desemprego aumenta 1,5% em dezembro, diz IEFP

No final do mês de dezembro de 2019, estavam inscritos nos Centros de Emprego 310.482 indivíduos, o que corresponde a uma variação homóloga de -8,4% (28.553 pessoas) e a uma variação mensal de 1,5% (4.521 pessoas).

Saldo conjunto das balanças corrente e de capital cai para 1.209 milhões em novembro

O saldo conjunto das balanças corrente e de capital fixou-se, até novembro, nos 1.209 milhões de euros, menos de metade dos 3.415 milhões de euros obtidos no período homólogo, divulgou hoje o Banco de Portugal (BdP).

Fruta Feia já tirou duas mil toneladas do lixo e entregou 1 milhão de euros aos agricultores

Isabel Soares, mentora da cooperativa Fruta Feia explicou que chegar a este número em seis anos de existência do projeto significa que este é “um modelo que funciona e que conseguiu, baseado na responsabilidade do consumidor, salvar duas mil toneladas [de alimentos] do lixo”.
Comentários