Comissão Europeia impõe direito anti-dumping sobre as importações de chapas de aço da China

Empresas chinesas de chapas de aço estão a colocar, sob a forma de dumping, os seus produtos no mercado da UE, revelando margens de dumping entre 120 % e 127 %, segundo investigação da Comissão Europeia.

Alfred Cheng Jin/Reuters

A Comissão Europeia decidiu instituir direitos antidumping definitivos sobre as importações de chapas de aço provenientes da China, segundo informação divulgada pela instituição europeia esta terça-feira em comunicado.

Uma investigação da Comissão, concluiu que as empresas chinesas de chapas de aço estão a colocar, sob a forma de dumping, os seus produtos no mercado da UE, revelando margens de dumping entre 120 % e 127 %.

“Esta concorrência desleal está a causar um prejuízo importante aos produtores da UE. A maior parte dos indicadores de prejuízo revelam uma tendência negativa, nomeadamente em termos de rentabilidade e retorno dos investimentos”, considera a Comissão Europeia, no comunicado divulgado.

As exportações chinesas de chapas de aço passarão a ser tributados com direitos antidumping que variam entre 65 % e 73 %.

Recomendadas

Telefónica analisa compra parcial da Oi, avaliada em 6 mil milhões

A Oi é detida em cerca de 5% pela Bratel da portuguesa Pharol, ex-PT SGPS, que por sua vez tem como acionista o Novo Banco com ​9,56%. E o BCP tem poder para vender os 9,99% da High Bridge por conta de uma dívida bancária não paga.

ASF aprova norma que estabelece qualificação adequada para vendedores de seguros

A ASF entende que o reforço da qualificação “em impacto na qualidade da prestação de serviços, na diminuição da conflitualidade e do número de reclamações, o que, por seu turno, acarreta consequências positivas em termos reputacionais e da imagem do setor”.

Portugal vai “perder 200 milhões de euros num ano” mas Altice não vai “estorvar” compra da TVI

O processo de compra da dona da TVI pela Altice, por 440 milhões de euros, caiu por terra em junho do ano passado, quando o grupo espanhol Prisa, dono da Media Capital, confirmou a desistência do negócio. Hoje Alexandre Fonseca voltou a criticar a Autoridade da Concorrência (AdC) por durante meses não se ter pronunciado sobre o negócio.
Comentários