Como renovar os documentos sem sair de casa

“Renovar documentos é algo bastante simples e que não requer deslocações. Este processo é muito rápido e seguro, basta aceder à internet e começar por ativar a Chave Móvel Digital”.

Os documentos caducados a partir de 9 de março podem ser aceites até 30 de junho, mas existem serviços online para renovar os documentos. O Doutor Finanças, empresa especializada em finanças pessoais e familiares, aconselha a que todos os cidadãos utilizem a Chave Móvel Digital (CMD) para renovar e assinar documentos sem precisar de sair de casa.

“Renovar documentos é algo bastante simples e que não requer deslocações. Este processo é muito rápido e seguro, basta ter internet e começar por ativar a Chave Móvel Digital”, indica o Doutor Finanças. “Esta pequena ação é muito fácil e prática e vai permitir, agora e no futuro, fazer a assinatura digital de documentos oficiais sem ter de sair de casa. Nesta altura, pode aproveitar que está em casa e antecipar-se, evitando filas de espera mais tarde”, refere Rui Bairrada, diretor-executivo do Doutor Finanças.

O primeiro passo é ativar a Chave Móvel Digital, sendo que esta permite renovar documentos e assiná-los sem estar presente num local onde existe um grande aglomerado. Para pedir a Chave Móvel Digital, os únicos dados necessários são o número de contribuinte, senha de acesso ao Portal das Finanças, número de telemóvel e email.

Esta chave abrange uma grande lista de portais, como o ePortugal, o Instituto dos Registos e Notariado, Segurança Social, Autoridade Tributária e Aduaneira, Caixa Geral de Depósitos, Portal SNS, IMT, Registo Criminal, ADSE e entidades bancárias.

Renovar o cartão de cidadão online tem um desconto adicional de 10%, sendo que apenas as pessoas com mais de 25 anos podem utilizar esta ferramenta, desde que o cartão tenha caducado há menos de 30 dias e que tenha sido pedido antes de 1 de outubro de 2017. “Caso o seu cartão de cidadão estiver caducado só é possível utilizar esta solução se já tiver ativado a CMD. Por outro lado, pessoas com menos de 25 anos têm obrigatoriamente de ir a um balcão”, revela o Doutor Finanças.

A renovação online tem um custo máximo de 16,20 euros, sendo que presencialmente o valor sobe para 18 euros, a não ser que o pedido seja urgente.

A renovação online da carta de condução também tem um desconto de 10%, face aos 30 euros que se pagam quando a deslocação é ao balcão. “De realçar que este valor é apenas para pessoas até aos 70 anos. A partir dessa idade o custo da renovação é de 15 euros”, sustenta a empresa de especializada em finanças.

“O Doutor Finanças recomenda aproveitar o facto de poder estar em casa para jogar na antecipação no sentido de evitar filas futuras”, uma vez que se “tratarmos dos documentos antes do fim da validade, garantimos que, mesmo que haja algum constrangimento, não teremos problemas com o entupimento dos serviços”.

Ler mais
Recomendadas

Parlamento aprova a suspensão das rendas e da caducidade dos contratos de arrendamento

As alterações na legislação sobre habitação autorizam que as famílias podem suspender o pagamento da renda durante o Estado de Emergência se registarem uma quebra superior a 20% dos rendimentos do agregado familiar, face aos rendimentos do mês anterior ou do período homólogo do ano anterior.

Utiliza a aplicação Houseparty? Deco desaconselha

Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor apercebeu-se de que a “partilha de dados pessoais e a segurança pode ser melhorada”. A ‘app’ nega críticas de falta de privacidade e está a oferecer cerca de 900 mil euros a quem souber como começou a “campanha difamatória”.

Desempregado ou em lay-off? Saiba como trabalhar em instituições sociais ou de saúde para ganhar um rendimento extra

Esta medida, voluntária, é uma forma dos desempregados ou dos trabalhadores em regime de lay-off poderem ganhar um rendimento extra reforçando hospitais ou lares. Desempregados com direito a uma bolsa mensal de 438,8 euros, com os trabalhadores em regime de lay-off a terem o direito a 658,2 euros mensais.
Comentários