Conferência JE/BEL traz Nobel da Paz a Lisboa

O Jornal Económico, Grupo Bel e a Planetiers promovem no próximo dia 18 de março o primeiro de um ciclo de encontros sobre grandes temas da atualidade. O orador será Mohan Munasinghe, prémio Nobel da Paz de 2007.

É já na próxima segunda-feira dia 18 de março que o Jornal Económico e o Grupo Bel (acionista de referência da Megafin SA, empresa proprietária do nosso jornal) organiza o Ciclo de Encontros que trará a Portugal como orador convidado o académico Mohan Munasinghe, que em 2008 recebeu o Prémio Nobel da Paz enquanto vice-presidente do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), da Organização das Nações Unidas. Esta sessão terá ainda o apoio e a co-organização da Planetiers.

O evento terá a forma de um pequeno-almoço na Sala Belém do Hotel Pestana Palace, em Lisboa, com início previsto para as 8h30 com as boas vindas a estarem a cargo de Filipe Alves, diretor do Jornal Económico, Marco Galinha, CEO e Founder do Grupo Bel e Sérgio Ribeiro, CEO e Co Founder da Planetiers.

A sessão que terá um espaço dedicado a perguntas e respostas a Mohan Munasinghe estará concluída pelas 10h30.

O professor Munasinghe é um dos principais especialistas mundiais sobre sustentabilidade e alterações climáticas, temáticas que se afiguram decisivas para o futuro da Humanidade. Na sua intervenção, na qual contará com a presença do diretor do Jornal Económico, Filipe Alves, abordará os grandes desafios que as mudanças climáticas acarretam para as sociedades e economias mundiais.

Recomendadas

Especialistas anteveem transição para cidades “humanizadas” e ligadas digitalmente

A necessidade de colocar os cidadãos no centro da resolução dos problemas deverá marcar as cidades do futuro, onde soluções inovadoras e disruptivas terão um papel central, mas com as condições de investigação e experimentação que permitam o seu teste aprofundado antes da implementação.

Medina: “Cidades continuarão a ser os grandes centros de produção de conhecimento, valor, emprego e investimento”

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa acredita numa cidade diferente no pós-pandemia, mas igualmente importante, virada para a sustentabilidade e focada na promoção de um modo de vida mais saudável.
Comentários