Correios: entre a espada da reestruturação e a ira dos investidores

Modernizar, automatizar, reestruturar. Os principais objetivos do plano de transformação dos CTT podem dar frutos a médio prazo, mas por enquanto representam custos que pesam nos lucros. Apesar de algumas das metas da administração terem sido cumpridas, e de estabilidade nas receitas operacionais, os investidores reagiram de forma negativa aos números e ao corte significativo nos dividendos.

Recomendadas

Primeira quebra no crescimento dos portos do continente desde a crise financeira de 2008

Contrariando uma década de crescimento sucessivo, registado desde a crise de 2009, os portos do continente travaram o “disparo” sentido em 2016 e 2017, apresentando em 2018 uma quebra de 3,5% nas toneladas de carga movimentada. Só cresceram os portos de Aveiro (mais 9,2%) e de Faro (mais 73,7%). Os dois maiores portos, Sines e Leixões, sofreram reduções na carga total movimentada em 2018, que totalizaram menos 2,36 milhões de toneladas e tiveram forte impacto no conjunto da atividade dos portos do continente.

Mobilidade: portugueses cada vez mais adeptos dos carros elétricos

Aposta nos veículos elétricos permite poupança na carteira dos portugueses. Só nos primeiros dois meses deste ano venderam-se mais de mil veículos elétricos, cerca de 25% das vendas totais registadas o ano passado.

MotoGP: Miguel Oliveira estreia-se na categoria ‘rainha’

O piloto de Almada é o primeiro português a competir no MotoGP, mas Jorge Pessanha Viegas, presidente da Federação Internacional de Motociclismo considera que mais portugueses “vão aparecer em breve”. O Mundial de Motociclismo arranca este domingo, pelas 17h30.
Comentários