Corticeira Amorim numa das principais montras do design mundial na Alemanha

A parceria realizada entre a Corticeira Amorim e o Vitra Design Museum (VDM), um dos mais importantes museus de design do mundo, levou até Weil am Rhein, na Alemanha, mais de 3.200 blocos de aglomerado de cortiça produzidos nas instalações da empresa portuguesa.

Vitra Design Museum, Frank Gehry, 1989 © Vitra Design Museum, photo: Thomas Dix

A Corticeira Amorim levou mais de 3.200 blocos de cortiça até Weil am Rhein, na Alemanha para a exposição “Home Stories: 100 Years, 20 Visionary Interiors”, que decorre até 23 de agosto no Vitra Design Museum (VDM), um dos mais importantes museus de design do mundo.

Os milhares de blocos permitiram criar estruturas artísticas que envolvem cerca de um terço de toda a mostra, com suportes projetados por um gabinete italiano, o Space Caviar, para acomodar artigos de design, produtos de decoração e peças de mobiliário, informa o comunicado.

A exposição, pretende ser “uma viagem no tempo que destaca mudanças sociais, políticas, culturais, urbanas e técnicas que moldaram o design ocidental de interiores nos últimos 100 anos”, onde se inclui a cortiça, lê-se na nota da empresa que está a celebrar os seus 150 anos.

A participação na mostra resultou de uma parceria entre a Corticeira Amorim e o Vitra Design Museum, tendo os blocos sido produzidos na Amorim Cork Composites, considerada “uma das mais tecnológicas unidades industriais do universo da Corticeira Amorim”. É esta unidade que aproveita, por exemplo, as sobras de cortiça não usadas na produção de rolhas, viabilizando o uso dos desperdícios “no desenvolvimento de materiais de alta performance destinados à indústria aerospacial, automóvel, energia, construção, desporto, entre outras.

Recomendadas

Produção industrial em Itália cai 2,4% em fevereiro

Em termos homólogos, a produção industrial subiu em bens de capital (1,4%) e baixou a de bens de consumo (3%), a de bens intermédios (2,3%) e a de energia (0,6%).

Mais de 10 mil pessoas protegidas pelo seguro Covid-19 da Tranquilidade/Generali

O produto destina-se a empresas que pretendem proteger os trabalhadores, sobretudo as que continuam em atividade nos seus edifícios e o risco de infeção é superior. Lançado há 10 dias, foi desenvolvido em parceria com a AdvanceCare e garante um subsídio diário de 100 euros por cada dia de hospitalização por esta doença.

Executivo ultima propostas para apoiar os media, mas falta consenso no setor

Media vão receber apoios estatais para enfrentar crise gerada pela pandemia da Covid-19. Governo anuncia apoios “em breve”.
Comentários