Cosec avança com solução de seguro de créditos para grandes empresas

“A Cosec já iniciou o processo de apresentação do Cosec – Euler Hermes World Program junto das empresas cujas características permitem o acesso a esta solução”, afirma ainda Maria Celeste Hagatong, Presidente do Conselho de Administração.

A Cosec – Companhia de Seguro de Créditos lançou o Cosec – Euler Hermes World Program, “um programa dirigido a grandes empresas com atividade em duas ou mais geografias e que permite contratar, de forma centralizada e à escala global, os seguros de créditos para todas as unidades do Grupo, incluindo as unidades internacionais, mas garantindo uma gestão de risco próxima e descentralizada ao nível dos diversos países”, refere a companhia de seguros de crédito em comunicado.

“Este programa revela-se de grande interesse para as grandes empresas portuguesas com presença internacional, em particular no atual contexto de incerteza e ainda tendo em atenção as diferentes realidades económicas das várias geografias”, diz a presidente da companhia em comunicado.

“A Cosec já iniciou o processo de apresentação do Cosec – Euler Hermes World Program junto das empresas cujas características permitem o acesso a esta solução”, afirma ainda Maria Celeste Hagatong, Presidente do Conselho de Administração.

“Este programa protege os negócios globais dos riscos decorrentes da insolvência de uma carteira de clientes, atraso nos pagamentos de créditos comerciais ou de situações de risco político. Este último inclui proteção em situações de guerra, conflitos, restrições à exportação/importação, restrições de transferência e conversão de moeda e, ainda, restrições impostas por decisões governamentais. Assim, os Segurados beneficiam de uma elevada capacidade de cobertura destes riscos e de proteção de fluxo de caixa nos países onde estão presentes”, adianta a seguradora.

 

Recomendadas

Governo recebe 300 milhões da CGD em dividendos extraordinários

Com este dividendo extraordinário, o Estado recebe ao todo em 2021, da CGD, 383,6 milhões de euros.

Haitong Bank liderou a emissão de obrigações da Mota-Engil num sindicato que incluiu CaixaBI, Finantia e Novobanco

Nesta emissão, a Mota-Engil compromete-se a melhorar um indicador (KPI) de modo a alcançar a uma meta de desempenho de sustentabilidade (SPT) em 31 de dezembro de 2025; caso a emitente não cumpra esse objetivo, pagará uma remuneração adicional de 1,25 euros por obrigação Mota-Engil 2026 na data de reembolso final do empréstimo.

Novo Banco avança com execução de 7,6 milhões a Luís Filipe Vieira

A ação de execução visa executar a Promovalor, Luís Filipe Vieira, a sua mulher, Vanda Ribeiro Vieira, e o sócio Manuel Almerindo Duarte
Comentários