África com mais 200 mortes e 7.964 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

África registou nas últimas 24 horas mais 200 mortes devido à covid-19 e 7.964 novas infeções, elevando os números totais para 38.396 e 1.577.644, respetivamente, segundo os últimos dados relativos à pandemia no continente.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), nas últimas 24 horas o número de recuperados nos 55 Estados-membros da organização foi de 6.997, para um total de 1.304.622 desde o início da pandemia.

De acordo com o África CDC, a África Austral continua a registar o maior número de casos de infeção e de mortos, com 19.117 vítimas mortais e 760.757 infetados.

Só na África do Sul, o país mais afetado do continente, estão registados 692.471 casos e 17.780 mortes.

O norte de África, a segunda zona mais afetada pela pandemia, tem 391.655 pessoas infetadas e 12.018 mortos e a África Oriental contabiliza agora 184.963 casos de infeção e regista 3.503 vítimas mortais.

Na região da África Ocidental, o número de infeções é de 181.582, com 2.662 vítimas mortais e na África Central há 58.687 casos e 1.096 óbitos.

O Egito, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 6.052 mortos e 104.516 infetados, e Marrocos contabiliza 2.605 vítimas mortais e 152.404 casos.

A Argélia surge logo a seguir, com 52.915 infeções e 2.095 mortos.

Entre os seis países mais afetados estão também a Etiópia, com 84.295 casos e 1.287 vítimas mortais, e a Nigéria, com 60.266 infetados e 1.115 mortos.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, Angola lidera em número de mortos e Moçambique em número de casos.

Angola regista 218 mortos e 6.366 casos, seguindo-se a Guiné Equatorial (83 mortos e 5.063 casos), Moçambique (71 mortos e 10.001 casos), Cabo Verde (75 mortos e 7.072 casos), Guiné-Bissau (40 mortos e 2.385 casos) e São Tomé e Príncipe (15 mortos e 928 casos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e setenta e quatro mil mortos e mais de 37,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Ler mais
Recomendadas

Cabo Verde regista menor número de infeções em 35 dias

O arquipélago africano contabilizou mais 28 casos positivos de Covid-19 nas últimas 24 horas.

Empresário italiano eleito na ilha cabo-verdiana da Boa Vista

Sérgio Corrá, de 59 anos e radicado desde 1997 na ilha cabo-verdiana da Boa Vista, fez história ao ser eleito deputado à assembleia municipal local, liderando a lista do Partido Popular.

Cabo Verde ratifica Acordo de Livre-Comércio Continental Africano

A adesão de Cabo Verde à AfCFTA foi ratificada em fevereiro passado, pelo parlamento cabo-verdiano, e o acordo pretende criar uma zona de comércio livre nos 55 países da União Africana.
Comentários