Covid-19: Líder do CDS-PP defende quarentena obrigatória e isolamento de zonas mais afetadas

Francisco Rodrigues dos Santos considera que as medidas até agora tomadas pelo Governo têm sido “brandas e insuficientes”.

 

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, disse neste domingo que “exorta o Governo a agir de forma competente e implacável no combate ao Covid-19”, o que implica medidas como o encerramento de todas as fronteiras e de todos os espaços públicos não essenciais. No entanto, o líder partidário considerou, numa declaração gravada em vídeo, que “as zonas geograficamente mais afetadas têm de ser isoladas e deve ser-lhes aplicado um plano de quarentena obrigatória”.

”Não procuramos alarmismos, mas não perdoaremos laxismos da parte do Governo. Somos exigentes, porque não nos podemos dar ao luxo de ser politicamente displicentes”, disse Francisco Rodrigues dos Santos, para quem as medidas adotadas pelo Governo, “embora importantes, têm-se revelado brandas e insuficientes”.

Também no programa “Isto é Gozar com quem Trabalha” da SIC, no qual foi entrevistado neste domingo  por Ricardo Araújo Pereira, o recém-eleito líder do CDS-PP advogou “medidas mais severas, drásticas, restritivas e musculadas” do que as até agora tomadas pelo Governo. E recordou que os centristas foram os primeiros a requerer a presença da ministra da Saúde, Marta Temido, na Comissão Parlamentar de Saúde, e a agendar um debate de urgência sobre a resposta nacional ao Covid-19.

Recomendadas

Reino Unido com mais 215 mortos por Covid-19 nas últimas 24 horas

O Governo mantém o seu plano de algumas escolas primárias em Inglaterra voltarem a funcionar na segunda-feira, embora alguns cientistas tenham manifestado receios de que esta reabertura seja prematura.

Jerónimo de Sousa: “Caiu por terra a teoria de que estamos todos no mesmo barco”

O secretário-geral do PCP diz que “a ilusão de que vai tudo ficar bem” “caiu por terra” com a pandemia e o encerramento de unidades educativas e critica “a medida do Governo de levar os estudantes do ensino profissional a terem de realizar uma autêntica volta pelo país para fazerem exames para os quais não foram preparados, para concorrer a meia dúzia de vagas”.

Infografia | Nove em cada dez casos novos de Covid-19 foram na região de Lisboa e Vale do Tejo

O mapa mostra, concelho a concelho, a evolução dos casos da doença nas últimas 24 horas em Portugal. O país registou mais 257 novas confirmações de infeção por coronavírus. Segundo a ministra da saúde, a região de Lisboa e Vale do Tejo representou, em média, 85% dos novos casos nos últimos oito dias.
Comentários