Cuatrecasas debate IVA e ‘quick fixes’ em Lisboa e no Porto

Os pequenos-almoços executivos vão realizar-se esta terça e quarta-feira, no escritório da sociedade na capital e na Fundação AEP.

A sociedade de advogados Cuatrecasas vai organizar dois pequenos-almoços executivos, em Lisboa e no Porto, nos próximos dias 11 e 12 de fevereiro, sobre o IVA e quick fixes (novidades no regime das operações intracomunitárias de bens). As sessões vão realizar-se no escritório da firma no Marquês de Pombal e na Fundação AEP, respetivamente.

Em comunicado, o escritório lembra que foram introduzidas na legislação quatro alterações, no âmbito da aprovação pela Comissão Europeia do Plano de Ação do IVA, são designadas de quick fixes e entram em vigor a partir deste ano.

“As alterações têm o intuito de clarificar as regras de tributação relativamente a operações de call-off stock e das transmissões de bens em cadeia, harmonizar a prova do transporte dos bens nas transmissões intracomunitárias e estabelecer novos requisitos substantivos para que estas transmissões possam beneficiar de isenção”, refere a sociedade ibérica.

Nesse sentido, a Cuatrecasas promove estas formações para analisar as principais implicações destes mecanismos para as empresas, tendo em linha de conta a minimização de riscos e a maximização de oportunidades. Os oradores serão o sócio coordenador Diogo Ortigão Ramos e os associados séniores Mário Silva Costa e Francisco Sequeira, ambos advogados da área de Direito Fiscal.

Recomendadas

Ordem dos Advogados: Conselho Regional de Lisboa pede isenção de três meses no pagamento das quotas

O conselho que reúne mais de metade dos 32 mil advogados inscritos na Ordem pede auxílio financeiro para mitigar os efeitos que o novo coronavírus traz ao rendimento mensal de muitos destes profissionais.

Efeitos jurídicos das medidas governativas no âmbito do combate à Covid-19

Poder-se-ia sustentar que apoios à manutenção de postos de trabalho são também apoios às empresas. Contudo, os referidos apoios exigem uma disponibilidade financeira imediata das empresas.

Respostas rápidas: como funciona o regime do ‘lay-off’ simplificado?

O ‘lay-off’ simplificado é uma das medidas anunciadas pelo Governo destinadas a apoiar as empresas durante a pandemia da Covid-19. No entanto, o texto legislativo tem deixado algumas dúvidas de interpretação. O escritório Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados fez um estudo em que pretende dissipar algumas dúvidas.
Comentários