Daniela Braga na ‘task force’ de inteligência artificial da Casa Branca

A administração Biden revelou esta semana os nomes dos peritos que farão parte do grupo de trabalho para o National Artificial Intelligence Research Resource. A fundadora e CEO da DefinedCrowd faz parte da equipa.

Cristina Bernardo

A empreendedora portuguesa Daniela Braga, fundadora e CEO da DefinedCrowd, é uma das selecionadas pela Casa Branca para entrar no grupo de trabalho sobre inteligência artificial (IA). Além da empresária, a task force tecnológica inclui mais onze especialistas técnicos de organizações públicas e privadas e universidades.

Daniela Braga e os restantes membros da task force servirão como um comité consultivo federal e estarão encarregues de desenvolver um roteiro de implementação para a infraestrutura conjunta de investigação chamada National AI Research Resource – que disponibiliza a investigadores e estudantes de IA, independentemente das suas áreas científicas, acesso a recursos computacionais, dados de alta qualidade, ferramentas educacionais e apoio ao utilizador.

“A task force dará recomendações para estabelecer e manter o National AI Research Resource, incluindo capacidades técnicas, governança, administração, avaliação e requisitos de segurança, privacidade, direitos civis e liberdades civis. Irá também apresentar dois relatórios ao Congresso que terá um roadmap abrangente e um plano de implementação”, adiantou a Casa Branca, em comunicado.

O grupo de especialistas em IA terá de entregar um relatório provisório em maio de 2022 e um relatório final em novembro de 2022.

Os nomes dos peritos que farão parte desta task force para a investigação de IA foram divulgados esta quinta-feira pela Fundação Nacional de Ciência dos Estados Unidos (NSF) e pelo Gabinete de Política de Ciência e Tecnologia da administração Biden (OSTP), no âmbito do que ficou estipulado pelo Congresso no National AI Initiative Act of 2020.

Além de Daniela Braga, estará na equipa o responsável da Google Cloud AI, Andrew Moore, os representantes governamentais Erwin Gianchandani (NSF), Frederick Streitz (Departamento de Energia) e Lynne Parker (OSTP), os académicos Mark Dean (ex-executivo da IBM e professor da Universidade do Tennessee), Julia Lane (Universidade de Nova Iorque), Dan Stanzion (Universidade do Texas), Fei Fei Li (Universidade de Stanford) e Michael Norman (Universidade da Califórnia), bem como Oren Etzioni, do Instituto Allen para a IA, e Elham Tabassi, do Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia.

“A prosperidade económica da América depende de investimentos fundamentais na nossa liderança tecnológica. O National AI Research Resource alagará o acesso aos recursos e às ferramentas que alimentam a investigação e o desenvolvimento da IA, abrindo oportunidades para as mentes brilhantes de toda a América perseguir os próximos avanços na ciência e tecnologia”, explicou Eric Lander, conselheiro científico do presidente Joe Biden.

Relacionadas

Portuguesa DefinedCrowd entre as empresas com crescimento mais rápido da América

A revista de negócios norte-americana “Inc.” coloca a empresa especializada em Inteligência Artificial na 27ª posição de um ‘ranking’ composto por mais de 4.500 empresas. A distinção deve-se a um crescimento de 8550,28% nas receitas reportado entre 2016 e 2019.
Recomendadas

Banco de Espanha revê em alta previsão de crescimento do país para 6,2% em 2021

A instituição publicou esta segunda-feira o seu relatório trimestral sobre a economia espanhola no qual indica que a melhor evolução da economia está ligada à menor incidência da pandemia de covid-19, ao progresso da vacinação e a uma maior absorção dos fundos europeus.

Quem é Naftali Bennett, o primeiro-ministro que sucede a Benjamin Netanyahu em Israel?

Ao fim de 12 anos no poder, Benjamin Netanyahu sai do centro de decisões em Israel, após o parlamento israelita ter aprovado um Governo de coligação. O novo Governo de Israel vai ser liderado pelo líder da direita radical, Naftali Bennett e pelo líder centrista, Yair Lapid.

Cabo Verde anuncia Orçamento Retificativo e pedido para aumentar défice

“Em vários países do mundo houve suspensão temporária dos limites da dívida e do défice orçamental. Em Cabo Verde, precisamos do mesmo tipo de medidas”, afirmou Ulisses Correia e Silva, ao apresentar na Assembleia Nacional o Programa do Governo para a legislatura (2021/2026).
Comentários