DBRS aumenta rating dos depósitos da CGD depois de ter subido a classificação da República

A ação de rating do banco do Estado segue a atualização da DBRS dos ratings de Longo Prazo e Curto Prazo da República de Portugal para BBB (high) e R-1 (low), respetivamente, em 4 de outubro deste ano.

Caixa Geral de Depósitos

A DBRS Ratings GmbH  subiu em um nível as classificações dos depósitos de Longo Prazo da Caixa Geral de Depósito de BBB para BBB (high). Os ratings dos depósitos de Curto Prazo também foram atualizados de R-2 (high) para R-1 (low). Ambos os ratings têm tendência estável.

A ação de rating do banco do Estado segue a atualização da DBRS dos ratings de Longo Prazo e Curto Prazo da República de Portugal para BBB (high) e R-1 (low), respetivamente, em 4 de outubro deste ano.

Há quatro dias a DBRS subiu o rating de Portugal para o nível mais elevado em oito anos e voltou a ser a agência de notação financeira que tem a classificação mais elevada para a dívida portuguesa.  Portugal está agora no terceiro nível acima de “lixo”. A perspetiva do “rating” passou de “positiva” para “estável” e fica agora apenas a um patamar de atingir a classificação A.

Na ação de rating de hoje a DBRS explica que como resultado da atualização do rating de Longo Prazo da CGD, a classificação está agora posicionada um nível acima da Avaliação Intrínseca (que mede a capacidade intrínseca do banco honrar os seus compromissos financeiros). Isso leva em consideração a regra de proteção dos depositantes em processos de insolvência e de resolução bancária, implementado pela lei portuguesa em março de 2019, bem como menor a probabilidade dos depósitos absorverem perdas.

A agência canadiana refere que os ratings  de Longo Prazo e de Curto Prazo serão geralmente afetados por alterações na classificação da Avaliação Intrínseca da CGD. Além disso, os ratings também podem ser afetados por quaisquer outras alterações na estrutura legal para a resolução bancária e / ou hierarquia de credores, alerta a agência.

 

Ler mais
Recomendadas

BCP aceita acordo para reduzir dívida do Sporting mas falta o Novo Banco

O prazo para o entendimento entre a SAD e os bancos terminou esta semana, mas só o Millennium bcp deu ‘ok’ à reestruturação da dívida bancária.

Banco de Portugal adopta ‘energia verde’ nos seus edifícios

“A transição para a nova forma de consumo de energia deverá estar concluída ainda durante o primeiro trimestre deste ano. Com esta medida, o Banco tem como objetivo reduzir a sua pegada de carbono”, explica a instituição

BCE pede aos bancos que evitem “distorcer” resultados de testes de stress

A cada dois anos, a Autoridade Bancária Europeia e o BCE realizam os chamados testes de stress a 50 bancos da União Europeia para medir a força das entidades bancárias em diferentes cenários de stress, como uma crise, por exemplo.
Comentários