Débito direto: saiba o que fazer em caso de lhe ser retirado dinheiro indevidamente

Caso tenha detetado um débito indevido nas suas contas, saiba que tem sempre a possibilidade de recuperar o seu dinheiro. Basta seguir os seguintes passos.

O débito direto é uma forma rápida e simples que os consumidores têm para pagar as suas contas recorrentes, como água, luz e seguros. Mas, ainda assim, é preciso acompanhar os movimentos da conta para garantir que não é retirado dinheiro de forma indevida da sua conta. Caso isso tenha acontecido, saiba que tem sempre a possibilidade de recuperá-lo.

O que tem de fazer é contactar de imediato a instituição bancária e denunciar o débito proveniente de uma entidade não autorizada por si. De acordo com o Banco de Portugal, tem um prazo de 13 meses para o fazer.

Depois de notificar o seu banco, este deve restituir-lhe a quantia que lhe foi debitada indevidamente, assumindo a responsabilidade pelo débito em causa.

Caso o débito em causa tenha sido validado por si mas o valor debitado esteja errado, deve reclamar junto da entidade prestadora do serviço a quem deu autorização de levantamento.

Nesse caso, tem até 8 semanas após a cobrança para reclamar e exigir a devolução do dinheiro debitado a mais ou o acerto de contas na próxima fatura.

Recomendadas

Preço das casas sobe 0,9% na China

Este é o 43º terceiro mês consecutivo em que se regista uma subida no preço das casas novas na China.

COP24: Próxima cimeira do clima realiza-se no Chile em 2019

A próxima cimeira do clima das Nações Unidas vai realizar-se no Chile no fim de 2019, decidiram esta sexta-feira os países presentes na cimeira que ainda decorre na Polónia.

Chauffeur Privé alarga oferta à Área Metropolitana de Lisboa e a Setúbal

A empresa que disponibiliza serviços de mobilidade vai passar a operar nas cidades de Vila Franca de Xira, Mafra, Ericeira, Barreiro, Alcochete, Montijo, Sesimbra e Setúbal.
Comentários