Débito direto: saiba o que fazer em caso de lhe ser retirado dinheiro indevidamente

Caso tenha detetado um débito indevido nas suas contas, saiba que tem sempre a possibilidade de recuperar o seu dinheiro. Basta seguir os seguintes passos.

O débito direto é uma forma rápida e simples que os consumidores têm para pagar as suas contas recorrentes, como água, luz e seguros. Mas, ainda assim, é preciso acompanhar os movimentos da conta para garantir que não é retirado dinheiro de forma indevida da sua conta. Caso isso tenha acontecido, saiba que tem sempre a possibilidade de recuperá-lo.

O que tem de fazer é contactar de imediato a instituição bancária e denunciar o débito proveniente de uma entidade não autorizada por si. De acordo com o Banco de Portugal, tem um prazo de 13 meses para o fazer.

Depois de notificar o seu banco, este deve restituir-lhe a quantia que lhe foi debitada indevidamente, assumindo a responsabilidade pelo débito em causa.

Caso o débito em causa tenha sido validado por si mas o valor debitado esteja errado, deve reclamar junto da entidade prestadora do serviço a quem deu autorização de levantamento.

Nesse caso, tem até 8 semanas após a cobrança para reclamar e exigir a devolução do dinheiro debitado a mais ou o acerto de contas na próxima fatura.

Recomendadas

Marcelo promulga com dúvidas salário mínimo de 635,07 euros na função pública

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou, embora expressando dúvidas sobre esta opção política, o decreto do Governo que atualiza de 580 para 635,07 euros o salário mínimo pago na função pública.

Empresa de engenharia Quadrante entra na África do Sul

A Quadrante vai desenvolver o projeto de estruturas do futuro ‘Centro Comercial Fourways Mall’, em Joanesburgo, uma obra que será realizada em parceria com a Mota – Engil.

Sasia recicla 900 toneladas de resíduos têxteis por mês

Cerca de metade do volume da nova matéria-prima produzida pela Sasia é absorvida pela indústria nacional, enquanto os restantes 50% têm como destino a Europa.
Comentários