Como manter a casa fresca com este calor abrasador?

Na rua, opte por vestir roupas leves e frescas, evite esforço físico e hidrate-se bem. Em casa, feche portas e janelas, corra os estores, persianas ou use toldos durante os períodos de maior calor.

O Verão tardou mas chegou a Portugal. As temperaturas muito elevadas atingem o nosso país e, embora todos os consumidores suspirem pelo sol nestas férias, é fundamental que, com gestos simples, nos prepararemos para enfrentar a onda de calor.

Como manter a casa mais fresca? Siga estes truques simples 

Durante o período de mais calor, feche portas e janelas, corra os estores, persianas ou use toldos. Prefira materiais refletores, com isolamento térmico e de cor clara, como os estores brancos com isolamento térmico ou as venezianas de madeira ou em PVC (de cor clara).

As plantas altas perto da janela também ajudam a criar sombra.

À noite, abra duas janelas opostas para criar correntes de ar e refrescar o interior da casa. Ao arrefecer as paredes, a casa resiste melhor às elevadas temperaturas durante o dia.

Uma ventoinha ou um ventilador de teto são suficientes, quando combinados com as medidas referidas anteriormente, se a sua casa for naturalmente fresca.
Se a casa for quente no verão, mas não quer ou não pode fazer obras de remodelação, instale aparelhos multi-split com uma unidade exterior e duas a cinco interiores. Caso tenha possibilidade de fazer obras, colocando tetos falsos, poderá optar por uma solução em que as unidades interiores ficam ocultas, sendo a distribuição do ar feita através de condutas.

Que actividades deve evitar nos períodos de muito calor:

As tarefas como cozinhar, passar a ferro, fumar e utilizar pinturas ou colas são exemplos de atividades que deve colocar de lado, pois produzem calor e vapor ou contaminam o ar, afetando diretamente a sua qualidade e renovação.

Evite também ligar muitos aparelhos em simultâneo, como lâmpadas, televisores e computadores. A presença de pessoas num espaço fechado faz aumentar a temperatura

Opte por vestir roupas leves e frescas, evite esforço físico e hidrate-se bem.

Ler mais
Recomendadas

Gronelândia perdeu sete vezes mais gelo nos últimos 10 anos do que na década de 1990

Cientistas estimam, num estudo divulgado esta terça-feira, que a Gronelândia perdeu, em média, sete vezes mais gelo nos últimos 10 anos do que na década de 1990.

Ordem dos Engenheiros subscreve declaração sobre emergência climática

O documento da WFEO, recentemente emitido, elenca 11 medidas concretas com as quais a federação internacional das ordens de engenheiros se compromete, considerando as crises de colapso climático como as questões mais graves da atualidade.

1,9 mil milhões de pessoas em todo o mundo estão em risco de escassez de água

Segundo o primeiro estudo que analisa todas as fontes de água de alta altitude, sabe-se que as bacias asiáticas são as mais vulneráveis à procura humana e ao aquecimento global, mas o documento demonstra que estas pressões também estão a afetar outros continentes.
Comentários