Deputado mais rico de Espanha tem património de 48 milhões e dinheiro depositado em Portugal

Marcos De Quinto deputado do partido Ciudadanos, declarou no Congresso espanhol um património de 48 milhões de euros, nos quais se destacam residências em Madrid, Nova Iorque, mas também em Lisboa.

Marcos de Quinto

Marcos De Quinto deputado do partido espanhol Ciudadanos e ex-vice-presidente mundial da Coca-Cola, declarou no Congresso 47,7 milhões de euros entre depósitos, ações, participações e planos de pensão e cobrou no ano passado mais de 5,6 milhões de euros, segundo revela o jornal “El Economista” esta terça-feira.

Os seus rendimentos no ano passado vieram principalmente da sua retribuição na Coca-Cola, que entre janeiro e agosto foi de 5,14 milhões de euros. Em dividendos, Marcos De Quinto recebeu 353 mil euros, um total de 36 mil euros em assessoria, 20 mil euros em conferências e 3.600 euros por colaborar em programas de rádio.

Por outro lado, o deputado tem ainda dois planos de pensão separados em euros e dólares, no valor de mais de quatro milhões de euros cada, elevando todo esta verba para quase 33 milhões de euros.

Nas suas contas e depósitos bancários, De Quinto diz ter um total de 3,3 milhões de euros, entre contas bancárias em Espanha (2,6 milhões), nos Estados Unidos (497 mil euros) e Portugal (121 mil euros). O património líquido do deputado do Ciudadanos também inclui uma casa de dois pisos em Madrid, uma em Málaga, um apartamento em Nova Iorque, um apartamento em Lisboa e propriedades diferentes em Cuenca.

Marcos De Quinto afirma ter também quase 20 veículos, incluindo dois Porsches, duas motas Harley Davidson e um barco à vela.

Recomendadas

Regulador americano autoriza terceira dose da Pfizer para idosos e adultos de risco

A Food and Drug Administration (FDA) anunciou que os adultos com mais de 65 anos podem receber a terceira dose da vacina desenvolvida pela Pfizer/BioNTech, desde que seis meses após a segunda dose. A autorização estende-se ainda a adultos que estejam em risco elevado de contrair complicações severas após a infeção.

Sondagem indica que Lula ganharia as eleições presidenciais brasileiras à primeira volta

O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva ganharia as eleições presidenciais na primeira volta se as eleições, marcadas para outubro de 2022, fossem realizadas hoje, de acordo com uma sondagem de opinião divulgada na quarta-feira.

Josep Borrel manteve encontro com ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão

O chefe da diplomacia da União Europeia diz que o regime de Teerão está interessado em regressar a Viena para continuar as negociações em torno do Acordo Nuclear de 2015.
Comentários