Deputado mais rico de Espanha tem património de 48 milhões e dinheiro depositado em Portugal

Marcos De Quinto deputado do partido Ciudadanos, declarou no Congresso espanhol um património de 48 milhões de euros, nos quais se destacam residências em Madrid, Nova Iorque, mas também em Lisboa.

Marcos De Quinto deputado do partido espanhol Ciudadanos e ex-vice-presidente mundial da Coca-Cola, declarou no Congresso 47,7 milhões de euros entre depósitos, ações, participações e planos de pensão e cobrou no ano passado mais de 5,6 milhões de euros, segundo revela o jornal “El Economista” esta terça-feira.

Os seus rendimentos no ano passado vieram principalmente da sua retribuição na Coca-Cola, que entre janeiro e agosto foi de 5,14 milhões de euros. Em dividendos, Marcos De Quinto recebeu 353 mil euros, um total de 36 mil euros em assessoria, 20 mil euros em conferências e 3.600 euros por colaborar em programas de rádio.

Por outro lado, o deputado tem ainda dois planos de pensão separados em euros e dólares, no valor de mais de quatro milhões de euros cada, elevando todo esta verba para quase 33 milhões de euros.

Nas suas contas e depósitos bancários, De Quinto diz ter um total de 3,3 milhões de euros, entre contas bancárias em Espanha (2,6 milhões), nos Estados Unidos (497 mil euros) e Portugal (121 mil euros). O património líquido do deputado do Ciudadanos também inclui uma casa de dois pisos em Madrid, uma em Málaga, um apartamento em Nova Iorque, um apartamento em Lisboa e propriedades diferentes em Cuenca.

Marcos De Quinto afirma ter também quase 20 veículos, incluindo dois Porsches, duas motas Harley Davidson e um barco à vela.

Recomendadas

Pechincha? Mini-castelos do estilo Disney à venda na Turquia por 350 mil euros

Procura uma casa de férias na região do Mar Negro na Turquia? Gosta dos contos da Disney? Por 350 mil euros, estas casas podem ser ideais para si.

Foto chocante de pai e filha afogados levanta debate sobre riscos que os migrantes correm

Um pai e uma filha salvadorenhos foram encontrados mortos na margem do rio Bravo, que separa o México dos Estados Unidos. Óscar e Valeria perseguiam o sonho americano de uma vida melhor.

Filhos de milionários russos não precisam de ser empreendedores para entrarem na lista dos super ricos

Os magnatas russos estão a transferir parte dos seus impérios aos seus herdeiros como forma de manter a riqueza na família. Os irmãos Mordashov, Kirill e Nikita de 20 e 19 anos, já têm uma fortuna avaliada em mais de 1.400 milhões de euros.
Comentários