Desemprego aumenta 1,5% em dezembro, diz IEFP

No final do mês de dezembro de 2019, estavam inscritos nos Centros de Emprego 310.482 indivíduos, o que corresponde a uma variação homóloga de -8,4% (28.553 pessoas) e a uma variação mensal de 1,5% (4.521 pessoas).

Em dezembro de 2019, estavam inscritos nos Centros de Emprego 310.482 pessoas, o que corresponde a uma variação homóloga de -8,4% (28.553 pessoas) e a uma variação mensal de 1,5% (4.521 pessoas), referem as estatísticas de emprego do IEFP (Instituto do Emprego e Formação Profissional).

Durante o mês de dezembro de 2019, inscreveram-se nos Centros de Emprego 42.195 pessoas, o que representa uma variação homóloga de 3,4% e uma variação mensal de -17,2%. Durante este mês, foram efectuadas 5.080 colocações, o que corresponde a um diminuição de 21,0% face ao mês anterior e a uma variação homóloga de 14,3%.

Os pedidos de emprego somaram 464.874 mais 0,3% que em novembro e -7,9% que no mesmo mês de 2018.

As ofertas de emprego em dezembro somaram 11.503, ou -30,7% face ao mês anterior, ou -6,6% face a dezembro de 2018.

Segundo a dimensão regional, todas as regiões apresentaram uma diminuição do desemprego em termos homólogos, sobressaindo os valores da região do Norte, Açores e Lisboa que registaram uma diminuição no desemprego de 10,0%, 9,3% e de 9,2%, respectivamente.

Comparativamente ao mês anterior, apenas se registou uma descida no desemprego registaram-se na região dos Açores (-0,2%).

 

 

Ler mais

Recomendadas

Avaliação da ‘performance’ de uma estratégia de investimento

O retorno de uma estratégia de investimento tem sempre de ser ajustado ao risco incorrido. Esta é a primeira consideração de uma avaliação.

Do ministério das Finanças para governador do Banco de Portugal? “Já houve três precedentes, todos do PSD”

As passagens diretas entre o Terreiro do Paço e o supervisor bancário aconteceram durante os governos de Cavaco Silva, recordou Marques Mendes que garante que Mário Centeno vai assumir o cargo de governador ainda este ano. Dos três nomeados, apenas Miguel Beleza era ministro.

PremiumMargarida Marques: “A última coisa que queremos é um conflito institucional”

Correlatora para o Quadro Financeiro Plurianual 2021-2027 diz que o Parlamento Europeu não terá problemas em rejeitar proposta do Conselho Europeu, mas espera avanços após cimeira extraordinária.
Comentários