PremiumDGS adapta as suas orientações às especificidades da Festa do Avante

Organização da festa comunista já recebeu primeiro parecer técnico das autoridades de saúde. Regras variam consoante segmentos existentes, como restauração e espetáculos, devido à “complexidade” do evento.

A pouco mais de uma semana da Festa do Avante, organizada pelo Partido Comunista (PCP), a Direção-Geral da Saúde (DGS) enviou o primeiro parecer técnico sobre as regras de higiene e segurança a aplicar durante o evento. As orientações são, segundo a DGS, “genéricas”, mas têm em conta as especificidades da festa comunista que, para o PCP, “não é um simples festival de música”, mas uma “grande realização político-cultural”.

O parecer foi entregue pela DGS ao PCP, mas não foi divulgado ao público por ser específico para uma entidade. “Quando emitimos um parecer para uma entidade, o parecer é para essa entidade. Se essa entidade não tiver nada opor a que o parecer se torne público para outras entidades lerem e utilizarem, pela parte da DGS não veremos nenhum inconveniente”, disse a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, esta quarta-feira, na última conferência de imprensa sobre a Covid-19 em Portugal.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

BE acusa António Costa de dar milhões à Galp em vez da lição que prometeu

O deputado do BE Nelson Peralta acusou o primeiro-ministro de ter prometido uma “lição exemplar” à Galp e não a ter dado, estando sim a preparar-se para lhe dar milhões para descontaminar solos da refinaria de Matosinhos.

Professores e pessoal não docente do ensino superior podem fazer dose de reforço este fim de semana

Segundo a Direção-Geral da Saúde, a comunidade académica poderá deslocar-se este sábado e domingo aos Centros de Vacinação, para ser vacinada em modalidade de Casa Aberta com senha digital.

Portugal regista 33 mortos por Covid-19 nas últimas 24 horas e 1.733 internados

Segundo o boletim epidemiológico divulgado este sábado, 15 de janeiro, Portugal regista hoje mais 38.136 novos casos de infeções do que ontem.
Comentários