Diogo Serras Lopes: “Em caso de necessidade privados e setor social serão chamados ao combate à pandemia”

O secretário de Estado da Saúde refere que o SNS têm uma com estes setores uma relação “longa e profícua”, depois de o Presidente da República ter revelado que há contactos para a colaboração do setor privado com o SNS para libertar camas para doentes com covid-19.

O secretário de Estado da Saúde comentou esta sexta-feira as declarações do Presidente da República de que estão a decorrer contactos de colaboração entre privados e Serviço Nacional de Saúde (SNS) para libertar camas para doentes infetados com o vírus SARS-CoV-2.

Diogo Serras Lopes disse que o “foco” do Governo é e continua a ser o SNS, mas garantiu que caso seja necessário e essa for considerada essa a melhor opção, em função da evolução da situação epidemiológica do país, o Executivo irá recorrer a esta solução.

“Tanto o setor privado como social são parceiros de longa data e continuam a ajudar o SNS, entre acordos, convenções e outras formas de envolvimento. Em caso de necessidade com certeza que serão chamados ao combate à pandemia”, afirmou o governante, em conferência de imprensa.

Diogo Serras Lopes assegura que o SNS tem uma relação “longa e profícua” com os setores privado e social, que implica contactos frequentes, depois de ontem o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ter revelado que se discute uma eventual colaboração com os privados para libertar camas de cuidados intensivos para doentes com Covid-19.

“Esta pandemia demonstrou cabalmente a importância de um SNS robusto, que seja capaz de responder a todo o tipo de situações. Os vários reforços orçamentais foram realizados para que o SNS possa responder melhor, tanto a nível de contratação de recursos humanos como de outros pontos”, sublinhou, por sua vez, o secretário de Estado da Saúde, em declarações aos jornalistas.

Portugal registou hoje um recorde de mais 2.608 casos diários de Covid-19. Desde o início da pandemia, o país conta com um total de 95.902 casos confirmados do doença, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). O número de vítimas mortais do novo coronavírus aumentou para 2.149, sendo que houve mais 21 óbitos nas últimas 24 horas.

Ler mais
Recomendadas

AHRESP entende que proibição de circulação não se aplica às reservas feitas previamente

No entanto, porque persistem dúvidas sobre a interpretação desta norma, a associação da restauração e hotelaria garante que irá questionar a tutela sobre o assunto.

OE2020: Saldo da Segurança Social cai 97,5% para 62,8 milhões em setembro

O saldo da Segurança Social caiu 97,5% em setembro em termos homólogos, mas ainda assim foi positivo em 62,8 milhões de euros, revela a execução orçamental publicada pela Direção-Geral do Orçamento (DGO).

Covid-19: Parlamento confirma dois deputados infetados, um inconclusivo e quatro em isolamento

“Até ao momento, apenas foram reportados a este gabinete dois deputados que testaram positivo para a covid-19. Encontram-se bem, nas respetivas habitações, com sintomas de constipação”, refere hoje o gabinete do secretário-geral do parlamento.
Comentários