Dívidas públicas da UE recuam no primeiro trimestre, mas Portugal continua a ser o terceiro país mais endividado

Portugal continua a apresentar a terceira maior dívida pública (123% do PIB), depois da Grécia (181,9%) e da Itália (134,0%).

Cristina Bernardo

Apesar de as dívidas públicas da zona euro e da União Europeia (UE) terem recuado no primeiro trimestre do ano, em comparação com igual período de 2018, Portugal permanece como o terceiro país mais endividado, de acordo com os dados divulgados pelo Eurostat esta sexta-feira, 19 de julho.

Na zona euro a dívida pública estabeleceu-se nos 85,9% do Produto Interno Bruto (PIB), abaixo dos 87,1% do primeiro trimestre de 2018, mas com um ligeiro agravamento face aos 85,1% do PIB registados entre outubro e dezembro do ano passado (trimestre anterior). Na UE, o rácio da dívida foi de 80,7% do PIB, abaixo dos 81,6% homólogos mas superior ao de 80,0% do quarto trimestre de 2018.

Portugal continua a apresentar a terceira maior dívida pública (123% do PIB), depois da Grécia (181,9%) e da Itália (134,0%). Em Portugal, a dívida pública chegou, no primeiro trimestre, aos 123,0% do PIB, em baixa (-2,4 pontos) face aos 125,5% homólogos mas com um agravamento de 1,5% na comparação com os 121,5% do PIB registados nos últimos três meses de 2018.

Face ao primeiro trimestre de 2018, cinco Estados-membros viram a sua dívida pública agravar-se, 21 registaram uma diminuição, tendo dois mantido o rácio estável, nomedamente Espanha e Reino Unido. Os aumentos das dívidas observaram-se em Chipre (12,2 pontos), na Grécia (4,1 pontos), na Letónia (1,7 pontos), Itália (1 ponto) e França (0,3 pontos).

Já as quedas homólogas mais relevantes registaram-se na Eslovénia (7,6 pontos), na Áustria (4,4 pontos) e na Holanda (4,2 pontos).

Ler mais
Recomendadas

Portugal emite mil milhões de euros em dívida a curto prazo à taxa mais negativa de sempre

Portugal fixou um novo mínimo histórico nas taxas de emissão de dívida a curto prazo. Na maturidade a 11 meses o Tesouro pagou -0,557% e a três meses -0,563%.

Trump cancela viagem à Dinamarca porque a Gronelândia não está à venda

Donald Trump ficou chateado por a primeira-ministra da Dinamarca anunciar que a ideia da compra da Gronelândia era “absurda” e que a maior ilha do mundo “não está à venda”.

Leite achocolatado, bolachas e cereais para crianças deixam de ter publicidade

A lei da publicidade vai apertar a partir do próximo mês de Outubro. As multas para os que infringirem a lei da publicidade ronda os 1.750 euros e 45 mil euros. Outros produtos que deixarão de ser publicitados a este público são também 90% dos cereais de pequeno almoço e 72% dos iogurtes que estão no mercado.
Comentários