Documentos de clientes da PLMJ expostos na Internet após ataque informático

O blogue “Mercado de Benfica” divulgou ontem documentos com origem nos servidores da PLMJ Advogados, expondo informação de clientes como António Mexia, Manuel Pinho ou Ricardo Salgado. A firma está a avaliar “impacto potencial desse acesso ilegítimo”.

O blogue “Mercado de Benfica”, conhecido pelas sucessivas divulgações de “e-mails” intercetados a partir dos servidores da Sport Lisboa e Benfica Futebol SAD, disponibilizou ontem um conjunto de documentos com origem nos servidores da PLMJ Advogados. São cerca de quatro gigabytes de dados com informação sobre processos de vários clientes da PLMJ, nomeadamente António Mexia, Henrique Granadeiro, Manuel Pinho e Ricardo Salgado, além de dados sobre contas “offshore” da Galilei (sucedânea da SLN/BPN) integradas na “holding” estatal Parvalorem.

O Jornal Económico contactou a PLMJ ao início da tarde de ontem, questionando sobre o que tenciona fazer em relação ao ataque informático e divulgação de documentos confidenciais, tendo obtido o seguinte esclarecimento: “Na sequência de sucessivas tentativas de intrusão ilícitas, a segurança de rede de PLMJ foi recentemente comprometida. A PLMJ está a avaliar o impacto potencial desse acesso ilegítimo a informação, tendo definido de imediato, em conjunto com uma equipa de especialistas, medidas preliminares de proteção e contenção”.

“A segurança das informações dos nossos clientes e a defesa dos seus interesses e direitos são a nossa prioridade. Manter-vos-emos informados de toda e qualquer evolução ou factos novos substanciais relacionados com este tema”, asseguraram os responsáveis da firma de advocacia.

O blogue em causa tinha sido suspenso pela plataforma WordPress na sexta-feira, dia 4 de janeiro, na sequência de queixas apresentadas pela Sport Lisboa e Benfica Futebol SAD. No entanto, o mesmo blogue acabou por ressurgir noutro endereço logo no domingo. E na madrugada de segunda-feira começou a disponibilizar os documentos recolhidos a partir dos servidores da PLMJ. A maior parte dos quais são relativos à “Operação Marquês”.

Relacionadas

Cibersegurança deve fazer parte do ADN das empresas

As organizações investem cada vez mais em tecnologias emergentes como parte dos seus programas de transformação digital.

Três advogados reforçam equipa jurídica do SL Benfica

João Medeiros, Paulo Saragoça da Matta e Rui Patrício vão lidar com todos os processos em que o clube se encontra envolvido.
Recomendadas

Bazaar Business Consulting traz marcas brasileiras para Portugal

Conheça alguns produtos inovadores oriundos do Brasil e que agora querem entrar no mercado português.

Juros baixos vão continuar a dar gás ao M&A em Portugal

Advogados contatados pelo JE defendem que a conjuntura permanece propícia à realização de operações de consolidação no mercado nacional. Qualidade dos ativos também será crucial, dizem.

M&A: Imobiliário e energia vão compensar desaceleração da economia

Apesar dos sinais de desaceleração económica e de o ano passado ter colocado a fasquia elevada no mercado nacional de fusões e aquisições, Portugal continuará, ainda assim, a ser visto como um país moderno, seguro e atrativo para investir em 2019, segundo os especialistas contactados pelo Jornal Económico.
Comentários