“É a diferença entre a vida e a morte”. Sindicato alerta para riscos de fim de ambulância da TAP no aeroporto de Lisboa

O Sindicato dos Técnicos de Manutenção de Aeronaves avisa que os cortes salariais podem chegar aos 44% na TAP e que existe falta de pessoal: “Chegamos a ter um técnico para dois aviões em simultâneo, não é nada seguro”.

O Sindicato dos Técnicos de Manutenção de Aeronaves (SITEMA) alertou hoje para os riscos de acabar com a ambulância que serve as oficinas da TAP no aeroporto de Lisboa.

Paulo Manso, dirigente do SITEMA, alertou no Parlamento que o funcionamento desta ambulância é vital para salvar vidas devido aos acidentes que têm lugar nas oficinas de manutenção da companhia aérea.

O responsável alertou que um dos objetivos do plano de reestruturação é “terminar com uma ambulância que existe no reduto TAP que tem a função de socorrer os nossos colegas”.

Dando o exemplo de acidentes que já aconteceram como a queda de “escadotes e plataformas”, o dirigente deixou o alerta: “A ambulância faz a diferença entre a vida e a morte dos nossos colegas”.

Durante a audição na comissão de economia, Paulo Manso também revelou que os cortes salariais podem atingir os 44%. “As medidas de cortes a nível salarial, se fossem todos acolhidas, daria uma média de 44% de descontos”.

O responsável disse que o número de técnicos de aeronaves recuou 15% devido a várias razões: a não renovação de contratos, reformas ou saídas para a concorrência.

O SITEMA também denunciou a falta de pessoal suficiente para fazer a manutenção de aviões da TAP de forma responsável. “Chegamos a ter um técnico para dois aviões em simultâneo, não é nada seguro, não dá para manter este tipo de situação”.

Ler mais
Relacionadas

Comissão de Trabalhadores da TAP exige auditoria independente à compra de aviões por David Neeleman

A comissão de trabalhadores da TAP também quer saber o futuro da operação de manutenção no Brasil, que consideram ser um “buraco negro” por absorver muito dinheiro.

Pilotos da Portugália dizem que cortes na massa salarial atingem os 70%

O sindicato dos pilotos desta transportadora aérea que pertence ao grupo TAP diz que estes cortes salariais levam ao “desaparecimento das condições mais básicas de acesso ao trabalho” e a uma “ineficiência de produtividade”.
Recomendadas

Sonae reforça posição na Sonae Sierra ao comprar 10% do capital desta à Grosvenor

O grupo com sede na Maia passa assim a deter 80% da Sonae Sierra, depois de adquirir 10% por uns estimados 82,16 milhões de euros à Grosvenor.

CEO do Goldman Sachs anuncia investimento de 156 mil milhões de dólares na sustentabilidade

David Solomon, presidente e CEO da Goldman Sachs, anunciou o progresso anual rumo ao compromisso do banco norte-americano em termos de Sustainable Finance Commitment. O banco norte-americano quer que os EUA regressem ao Acordo de Paris.

Administração da Semapa diz que preço da OPA da Sodim é o adequado

A administração da Semapa considera a OPA oportuna e o preço de 11,40 euros, bem como as restantes condições, são as adequadas.  A Semapa também diz que a OPA não prevê a necessidade de proceder a alterações às condições atuais dos trabalhadores e que o perfil de risco de crédito da empresa não será alterado.
Comentários