eBay triplica lucro líquido no semestre para 11,4 mil milhões de dólares

A empresa com sede na Califórnia deve parte dos seus resultados à venda de ativos que tem estado a fazer. Por exemplo, em junho assinou um acordo para a venda da eBay na Coreia, passando por isso a ser contabilizado como operação em descontinuação.

A empresa de comércio electrónico, com sede nos Estados Unidos, reportou lucros de 11.375 milhões de dólares (9.684 milhões de euros) entre janeiro e junho de 2021, o que é quase três vezes mais do que o registado no mesmo período do ano anterior.

Segundo a agência Efe, a eBay faturou 5.306 milhões de dólares nos últimos seis meses, mais 27,6% que os 4.158 milhões registados entre janeiro e junho de 2020.

No que toca aos números do segundo trimestre (entre abril e junho) a empresa liderada por Jamie Iannone (Chief Executive Officer)  reportou um lucro que superou as projeções dos analistas. A empresa divulgou que o lucro por ação de 0,99 dólares, resultado que superou as previsões dos analistas que apontavam para 0,9591 dólares.

A receita do segundo trimestre alcançou 2,67 mil milhões de dólares, abaixo da expectativa da média dos analistas do mercado que era de 3 mil milhões de dólares. Ainda assim traduz um crescimento de 14% face ao período homólogo, ou de 11% se excluídos os efeitos cambiais.

A empresa com sede na Califórnia deve parte dos seus resultados à venda de ativos que tem estado a fazer. Por exemplo, em junho assinou um acordo para a venda da eBay na Coreia, passando por isso a ser contabilizado como operação em descontinuação.

 

Recomendadas

5G: Nowo já pediu estabelecimento de acordos de ‘roaming’

De acordo com o regulamento, os operadores vão ter de chegar a acordo entre eles e têm 45 dias para o fazer, caso tal não aconteça podem recorrer à Anacom para arbitrar o processo.

Grupo FNAC investe 300 mil euros e abre primeira loja de bem-estar e sustentabilidade em Portugal

A insígnia abrange aromaterapia, chás e infusões, entre outros. “Pretende inspirar a fazer essa mudança. Traz consigo o propósito de criar um mundo melhor, apelando a um modo de vida mais consciente, mais próximo da natureza, com foco no bem-estar e no respeito pelo planeta”, garante ao JE o diretor geral, Nuno Luz.

CEO da Apple assinou “acordo secreto” de 275 mil milhões de dólares com oficiais chineses para continuar a operar no país

Em 2016, os executivos da Apple ficaram alarmados com as ameaças do governo chinês contra recursos como Apple Pay, iCloud e App Store, o que levou Cook a realizar uma série de reuniões secretas com autoridades de Pequim.
Comentários