Economia circular. Fundo Ambiental apoia projetos de juntas de freguesia com 500 mil euros

O JUNTAr+ recebeu um total de 48 candidaturas, todas consideradas elegíveis. Após a devida avaliação dos projetos, foi elaborada uma lista ordenada, da qual resultaram as escolhas das 19 juntas de freguesia que vão receber os fundos, mediante as respetivas classificações obtidas.

Através do aviso JUNTAr+, o Governo vai alocar 500 mil euros a 19 juntas de freguesia já selecionadas, no âmbito do Fundo Ambiental, cujo objetivo é beneficiarem de apoios para a promoção de projetos de economia circular.

O JUNTAr+ recebeu um total de 48 candidaturas, todas consideradas elegíveis. Após a devida avaliação dos projetos, foi elaborada uma lista ordenada, da qual resultaram as escolhas das 19 juntas de freguesia que vão receber os fundos, mediante as respetivas classificações obtidas.

O programa do Fundo Ambiental tem como principal objetivo a promoção de soluções locais de economia circular, sublinhando os benefícios económicos, sociais e ambientais associados a pequenos projetos de recolha seletiva, de reutilização de bens e equipamentos e de reparação.

Com a futura integração do Fundo para a Eficiência Energética, do Fundo Florestal Permanente, do Fundo para a Sustentabilidade Sistémica do Sector Energético e do Fundo de Apoio a Inovação, prevê-se que o futuro Fundo Ambiental (FA) possa acrescentar cerca de 150 a 200 milhões de euros às suas receitas, anunciou João Pedro Matos Fernandes.

Matos Fernandes assinalou ainda que “o ano de 2021 conta com o maior orçamento de sempre do Fundo Ambiental”, com “receitas estimadas em 571 milhões de euros”, que “serão aplicadas nos programas que assumem um carácter de continuidade, tais como a redução do défice tarifário (153 milhões de euros), a sustentabilidade dos sistemas de águas (22 milhões), o PART (198,6 milhões), o PROTransP (15 milhões), o programa de apoio à aquisição de veículos de baixas emissões (4 milhões) ou o ECO.Mob, com o lançamento de um concurso para mais 200 veículos”.

Recomendadas

Rainha de Inglaterra irritada com muitas opiniões e pouca ação contra alterações climáticas

A Rainha de Inglaterra é a última figura da monarquia britânica a abordar o tema, sendo que os príncipes Carlos e William já tinham falado sobre as problemáticas ambientais.

Lisboa inundada ou Porto em chamas. Veja como as alterações climáticas podem alterar a sua rua e cidade

Inundações, incêndios ou poluição do ar, veja como as alterações climáticas podem impactar a sua rua ou cidade.

Já vai poder rastrear equipamentos elétricos e eletrónicos em fim de vida

Hoje é o Dia Internacional dos Resíduos Elétricos. A medida prevê a colocação de dispositivos de localização nalguns equipamentos elétricos e eletrónicos que chegam ao seu fim de vida, sendo esses resíduos reencaminhados para os diversos circuitos que existem atualmente para a sua recolha e monitorizada a sua gestão.
Comentários