PremiumPaycritical levanta 400 mil euros na primeira ronda de investimento

‘Fintech’ fundada por Hugo Hilário e Luís Mesquita pretende usar o capital para duplicar a equipa e desenvolver a sua solução de pagamentos.

A fintech portuguesa Paycritical fechou uma ronda de investimento inicial de 400 mil euros para recrutar, desenvolver novas funcionalidades na sua plataforma de pagamentos e dar o primeiro passo na internacionalização, revelaram os fundadores ao Jornal Económico (JE). Esta startup, que criou uma solução de software para que qualquer empresa possa gerir uma rede própria de pagamentos omnicanal, ambiciona duplicar a equipa de oito pessoas com talentos nas áreas comercial e tecnológica (programadores front-end, controlo de qualidade e interface de utilizador) e expandir as operações na Europa e, mais tarde, nos Estados Unidos.

“Objetivamente, falamos de Itália, França, Espanha e Alemanha, porque na União Europeia existe uma certa harmonização na regulação. Conhecemos a legislação. Não descuramos os Estados Unidos – fazem parte da nossa estratégia de médio e longo prazo -, mas são uma realidade diferente”, explicou Luís Mesquita, co-fundador e chief financial officer (CFO) da Paycritical, ao JE.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Lista do quadros do Montepio alerta que 57% dos associados não pode votar presencialmente

“Verificou-se que a atual Administração optou por deixar de fora do voto presencial os Associados dos Açores, Madeira, Faro, Évora, Beja, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Setúbal, Leiria, Aveiro, Coimbra, Viseu, Viana do Castelo, Bragança, Braga, Santarém e Vila Real”, alerta a lista liderada por Pedro Gouveia Alves.

Marcelo defende que Estado e privados se unam na reconstrução do turismo

“É necessário que os agentes privados e os poderes públicos tenham uma visão coletiva a médio prazo. Os privados sabem que a retoma da atividade turística requer um horizonte a vários anos. É bom que Estado partilhe essa necessidade de uma visão a médio e longo prazo para o turismo”, defendeu o Chefe de Estado.

5G: Com novas regras em vigor, propostas somam os 375,4 milhões

As propostas dos operadores no leilão 5G somaram hoje 375,4 milhões de euros, no 180.º dia de licitação principal, de acordo com os dados divulgados pela Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom).
Comentários