EDP Comercial perde quota de mercado entre famílias no gás e luz. Endesa, Iberdrola e Goldenergy ganham clientes

Apesar do recuo, a EDP continua a liderar a quota de mercado entre as famílias tanto na eletricidade como no gás natural. A Endesa ganhou clientes tanto na eletricidade e no gás natural entre as famílias, enquanto a Iberdrola conquistou no gás, e a Goldenergy no mercado elétrico.

A EDP Comercial tem vindo a perder quota no mercado liberalizado de eletricidade entre as famílias. A elétrica recuou 3,5 pontos percentuais para uma quota de 71,6% por consumo no segmento doméstico entre julho do ano passado e julho deste ano.

Mesmo assim, a comercializadora do grupo EDP continuar a liderar este mercado com grande vantagem, tendo mais de 60 pontos percentuais de avanço, segundo os dados divulgados esta terça-feira, 1 de setembro, pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

Na sua totalidade, o mercado liberalizado em Portugal conta com 5,3 milhões de clientes, pesando quase 95% no consumo total de eletricidade em Portugal.

Na segunda posição surge a Endesa, com 8,3%, que ganhou 1,6 pontos entre julho e de 2019 e julho de 2020.

Na terceira posição, a Iberdrola recuou 0,3 pontos para 6,6% no espaço de um ano, enquanto a Galp perdeu 0,1 pontos para 5,3%.

Já a Goldenergy surge na quinta posição, depois de ter conquistado 0,7 pontos no último ano, registando agora uma quota de 2%.

Por sua vez, a Axpo conta com 1% de quota, enquanto a Gas Natural Fenosa tem 0,9%.

No global, a EDP Comercial lidera tanto no número de clientes (77%) como no consumo (41%).

No segmento de clientes industriais de eletricidade, a Iberdrola continua a liderar com uma quota de 23%. Já no segmento de grandes consumidores, a Endesa lidera com uma quota de 25%.

O regulador presidido por Maria Cristina Portugal destaca que a “quase totalidade dos grandes consumidores está já no mercado livre, enquanto a percentagem de domésticos representa em julho cerca de 88% do consumo total do segmento, face aos cerca de 86% registados no mês homólogo”.

Já no gás natural, a EDP também lidera na quota de mercado por consumo entre as famílias. Mesmo assim, recuou 1,9 pontos para 51,7% na sua quota neste mercado entre julho de 2019 e julho de 2020.

A Galp surge na segunda posição com 23,3% deste mercado, seguida da Goldenergy com 11,7%.

Destaque para a Endesa que subiu 1,2 pontos para 8,2% de quota neste mercado, seguida da Iberdrola que ganhou 1,4 pontos para uma quota de 5%.

A Galp continua a liderar no segmento de clientes industriais de gás com uma quota de 54%.

No mercado global, a Galp continua a ser o principal operador em termos de consumo (60%), enquanto a EDP Comercial mantém a sua posição de líder no número de clientes (52%).

O regulador aponta que a “totalidade dos grandes consumidores está já no mercado livre, por outro lado, a percentagem de consumo do segmento de clientes industrias no ML representa no mês de julho cerca de 96% do consumo total do segmento”.

Recomendadas

Regulador aprova venda do controle dos ativos de fibra ótica da Oi no Brasil

A operadora de telecomunicações brasileira Oi já tinha anunciado o acordo de venda de parte dos ativos de fibra ótica da InfraCo à Globenet e BTG.

Pfizer e Moderna vão continuar a dominar mercado das vacinas anti-Covid em 2022

Segundo os cálculos da Airfinity, as duas fabricantes de vacinas mRNA irão dominar três quartos do mercado vacinal em 2022, alargando a margem entre as rivais AstraZeneca, Johnson & Johnson, a vacina russa Sputnik V.

Exportação de vinhos portugueses sobe 13% até agosto para 581 milhões de euros

“As exportações totais foram de 581 milhões de euros [até agosto], mais 13% do que no ano passado”, adiantou o presidente da ViniPortugal, Frederico Falcão, em declarações à Lusa, a propósito dos 25 anos da associação.
Comentários