EDP e BCP penalizam PSI-20. Praça portuguesa fecha no ‘vermelho’ a par das congéneres europeias

O Banco Comercial Português perdeu 2,99% para 0.1167 cêntimos, enquanto que a EDP caiu 0,79% para 4.51 euros. A liderar as quedas, surge a EDP Renováveis que tombou 3,20% para 16.34 euros.

Cristina Bernardo

O principal índice bolsista português encerrou a sessão desta quinta-feira em terreno negativo, perdendo 0,45% para 4,652.61 pontos graças às perdas do BCP e do Grupo EDP.

O Banco Comercial Português perdeu 2,99% para 0.1167 cêntimos, enquanto que a EDP caiu 0,79% para 4.51 euros. A liderar as quedas, surge a EDP Renováveis que tombou 3,20% para 16.34 euros depois de ontem ter anunciado um aumento de capital de 1,525 mil milhões de euros, com ações vendidas a 17 euros.

Em sentido contrário surge a Galp que subiu 2,63% para 10 euros e a REN que cresceu 0,22% para 2.280 euros. Destaque para a Jerónio Martins que cresceu mais de 4% para 13.47 euros depois de ontem, após o fecho da sessão, ter divulgado os resultados anuais. Os resultados líquidos do Grupo Jerónimo Martins em 2020 atingiram 361 milhões de euros, ficando 16,6% abaixo do ano anterior. Com a aplicação da norma IFRS16, os resultados líquidos cifraram-se em 312 milhões de euros, 19,9% abaixo de 2019,

Lá fora, o IBEX 35, em Espanha, lidera os ganhos (+0,30% para 8,354.00 pontos) numa Europa que negoceia no vermelho. A maior queda assiste-se na praça de Londres, com o Ftse 100 a cair mais de 0,35% para 6,652.41 pontos, seguindo-lhe o Euro Stoxx 50 que desvalorizou 0,20% para 3,705.35 pontos e o DAX, em Frankfurt, que recuou 0,18% para 14,054.60 pontos. Já o CAC40, em Paris, prossegue acima da linha de água: 0,01% para 5,830.65 pontos.

Recomendadas

PSI 20 acompanha Europa em alta. Galp e grupo EDP puxam pela praça portuguesa

Entre as principais congéneres europeias, o alemão DAX sobe 0,13%, o britânico FTSE cresce 0,39%, o francês CAC 40 avança 0,47% e o espanhol IBEX soma 0,94%.

Lucro da Galp terá disparado 62% no primeiro trimestre com subida do preço do petróleo

A subida para 47 milhões de euros terá sido impulsionada pela unidade exploração e produção de petróleo e gás natural, que segundo o consenso das estimativas de 23 analistas divulgado pela empresa terá registado um aumento homólogo de 46,5% no EBITDA – resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização – para 419 milhões de euros.

Tesla e Johnson & Johnson a contrariam tendência numa Wall Street vermelha

No fecho da sessão, o S&P 500 desceu 0,72%, para 4.133,50 pontos, o tecnológico Nasdaq desvalorizou 0,92% para 13.786,27 pontos, e o industrial Dow Jones depreciou 0,75%, para 33.821,30 pontos.
Comentários