EDP Renováveis em consórcio para desenvolver parque eólico flutuante na Coreia do Sul

A EDP Renováveis, a WindPower Korea e a Aker Solutions formaram um consórcio para desenvolver um parque eólico flutuante de 500 MW na costa de Ulsan, na Coreia do Sul.

Cristina Bernardo

A WindPower Korea, a EDP Renováveis e a Aker Solutions formaram um consórcio que pretende desenvolver parque eólico flutuante com 500 MW. O projeto será construído ao largo da cidade de Ulsan, na Coreia do Sul, anuncia a empresa liderada por João Manso Neto.

O novo consórcio está empenhado em apoiar os ambiciosos planos de energia renovável do governo sul-coreano, que quer instalar 13 GW de energia eólica em alto mar até 2030 e ter pelo menos 30% de produção renovável até 2040.

Não referência aos montantes investidos.

A KFWind assinou um Memorando de Entendimento com a autarquia de Ulsan, em janeiro de 2019, para cooperar no desenvolvimento de projetos eólicos flutuantes e apoiar o desenvolvimento industrial da região de Ulsan como centro de produção para o mercado eólico offshore da Coreia do Sul e de outros países.

Recomendadas

Justiça e Banco de Portugal avaliam benefícios da comunicação eletrónica com tribunais

Protocolo celebrado entre IGFEJ e BdP permitirá que as cerca de 50 mil notificações anuais, que anteriormente eram feitas em carta por via postal, entre os tribunais e o Banco de Portugal passarão agora a ser feitas por via eletrónica.

Receitas da Altice Portugal crescem 2,1%, para 536 milhões de euros no terceiro trimestre

O crescimento das receitas foi sustentado sobretudo pelo segmento do consumo, Base de clientes da da empresa de telecomunicações cresceu “pelo oitavo trimestre consecutivo”.

Lítio em Portugal é explorado em conjunto com outros minérios para produzir cerâmica

Portugal produz lítio, mas não existem minas dedicadas exclusivamente à exploração de lítio, que é extraído em conjunto com outros minérios para produzir cerâmica.
Comentários