Emissões poluentes dos navios geram níveis de poluição equivalentes a oito cidades portuguesas

As emissões assciadas ao transporte marítimo com base na carga transportada emitem cerca de 2,93 milhões de toneladas por ano, enquanto o tráfego rodoviário nestas oito cidades portuguesas emite 2,8 milhões de toneladas por ano.

As emissões poluentes dos navios que abastecem Portugal geram níveis de poluição equivalentes a oito cidades portuguesas, de acordo com os dados publicados por um estudo da Federação Europeia para os Transporte e Ambiente.

Estas oito cidades fazem da parte da Área Metropolitana de Lisboa (AML), da Área Metropolitana do Porto (AMP) e do distrito de Braga, revela Mafalda Sousa, da associação ambientalista ZERO em declarações à “RTP“, esta segunda-feira, 9 de dezembro.

“As emissões assciadas ao transporte marítimo com base na carga transportada emitem cerca de 2,93 milhões de toneladas por ano, enquanto o tráfego rodoviário nestas oito cidades portuguesas emite 2,8 milhões de toneladas por ano”, refere Mafalda Sousa. Em 2018, o transporte marítimo em espaço europeu foi responsável pela emissão de 139 milhões de toneladas.

A associação pretende que seja criado um limite para as emissões de dióxido de carbono e Mafalda Sousa afirma estar preocupada pela posição portuguesa neste estudo e defende que “os líderes nacionais peçam à União Europeia para que as emissões de transporte marítimo sejam incluídas no regime do comércio europeu de licenças de emissão”.

A associação ambientalista ZERO também quer seja impedida a subsidiação dos combustíveis utilizados por estes meios de transporte, bem como sejam limitadas as emissões de CO2 dos navios que atracam nos portos europeus.

Recomendadas

Novo projeto vai abastecer ilha da Graciosa com energias renováveis

Graças a um investimento de 30 milhões de euros, a região vai construir um parque eólico e um fotovoltaico. O projeto também conta com baterias para armazenar a energia. Durante a fase de testes, a ilha foi abastecida durante mais de 24 horas com uso exclusivo de energias renováveis.

Mais de metade dos portugueses considera práticas conscientes e sustentáveis antes de escolher o banco

O estudo do banco Oney revela que os portugueses estão entre os consumidores europeus que mais se preocupa com o consumo sustentável. Separar o lixo, consumir produtos locais e orgânicos e comprar produtos recicláveis são os principais hábitos éticos dos cidadãos nacionais.

Lisboa, Sintra e Guimarães entre as 105 cidades que estão a cumprir as metas climáticas

O CDP Disclosure Insights Action revelou o ranking que avalia a transparência e ação climática das cidades de todo o mundo. Das 850 cidades analisadas, cerca 105 constam no ranking. Lisboa, Sintra e Guimarão são três delas.
Comentários