Empresa da Ryanair condenada em tribunal a pagar subsídios de férias e de natal

Segudo um comunicado do SNPVAC – Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil, a Crewlink foi obrigada a este pagamento após uma sentença do Tribunal do Trabalho de Lisboa.

A Crewlink, empresa de trabalho temporário de tripulantes de cabine pertencente à companhia aérea ‘low cost’ Ryanair, foi condenada em tribunal a pagar os subsídios de férias e de natal aos seus trabalhadores, de acordo com um comunicado do SNPVAC – Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil.

“O SNPVAC – Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil – vem sublinhar a favorável decisão da justiça portuguesa em mais um dos diversos processos interpostos pelos tripulantes de cabine contratados pela Crewlink e que correm no Tribunal de Trabalho de Lisboa. Tal como já tem sido habitual, a empresa Crewlink foi uma vez mais condenada pelos tribunais nacionais desta vez relativamente ao pagamento de subsídios de férias e de natal aos tripulantes de cabine”, revela o referido comunicado.

Segundo a nota, “estes pagamentos são relativos a todo o período em que estes exerceram funções em Portugal, bem como aos dias de férias em falta, sendo que tanto a Crewlink, como a companhia irlandesa Ryanair, apenas consideram 20 dias úteis de férias, contrariando os 22 dias úteis fixados no Código do Trabalho em vigor em Portugal”.

“Para além desta sentença, foi também considerado ilícito o despedimento que tinha sido levado a cabo pela Crewlink em Portugal”, conclui o referido comunicado do SNPVAC.

Recomendadas

Alphabet com lucros de 11,25 mil milhões de dólares num terceiro trimestre em que receitas voltaram a crescer

Vindos do primeiro trimestre com uma diminuição de receitas na história da companhia, a empresa-mãe da Google volta agora em força, em parte empurrada pelas verbas associadas à publicidade.

Facebook aumenta lucro no terceiro trimestre impulsionado pela publicidade

A rede social também revela que conseguiu diminuir para metade as despesas relacionadas com “geral e administração”, em grande parte devido ao encerramento de escritórios um pouco por todo o mundo, acompanhando a tendência do teletrabalho.

Amazon com lucros 6,3 mil milhões de dólares, acima das previsões dos analistas

A empresa do homem mais rico do mundo conseguiu lucros e receitas acima das projeções dos analistas, sendo que, para o último trimestre do ano, a empresa antecipa resultados ainda mais fortes, naquela que é uma das maiores ganhadoras na pandemia.
Comentários