Encher um depósito de gasolina já custa mais 10 euros do que em janeiro

A partir de segunda-feira, os combustíveis ficam novamente mais caros. Aumento é maior na gasolina, tanto nas cadeias de marca branca, como nas principais gasolineiras.

Prepare-se para desembolsar mais uns euros para atestar o depósito do seu automóvel. Os  preços dos combustíveis voltam a subir na próxima semana, ficando mais caros já a partir de segunda-feira. “A evolução das cotações em euros aponta para um aumento dos preços de até dois cêntimos por litro na gasolina e um cêntimo por litro no gasóleo”, adiantou fonte do setor ao Jornal Económico. Os aumentos vão sentir-se tanto nas bombas das principais gasolineiras como nos postos dos hipermercados.

No início desta semana, os preços dos combustíveis até registaram ligeiras reduções. A gasolina desceu 0,008 euros, enquanto o gasóleo deslizou 0,001 euros, segundo os dados da Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG). Foi a primeira descida para a gasolina e o gasóleo em 14 e 7 semanas, respectivamente.

Mas as boas notícias foram sol de pouca dura. Com os preços do petróleo nos mercados internacionais a subir, devido à descida das reservas nos Estados Unidos e a uma maior tensão geopolítica no Médio Oriente, e com a moeda norte-americana a ganhar terreno face ao euro, os preços dos combustíveis retomam agora o caminho das valorizações e renovam máximos de mais de  seis meses.

Gasolina já subiu quase 20 cêntimos desde o início do ano

Na primeira semana de janeiro de 2019, o gasóleo era comercializado nos postos de abastecimento nacionais a 1,341 euros por litro e a gasolina a 1,448 por litro, em termos médios. Atualmente, o preço médio do litro de gasolina 95 em Portugal está nos 1,616 euros. Já o gasóleo vale 1,449 euros, mostram os dados da DGEG.

Com o aumento anunciado para a próxima semana, o preço da gasolina passará a custar mais 19 cêntimos por litro do que no início do ano. Já o gasóleo, passará a valer mais 12 cêntimos por litro do que em janeiro de 2019. Ou seja, quem encher um depósito de 50 litros de gasolina vai pagar quase 10 euros mais, em comparação com o início de 2019. No caso do gasóleo, são mais 6 euros por depósito.

O mais recente boletim sobre combustíveis da Comissão Europeia indica que Portugal tem a sétima gasolina 95 mais cara dos 28 países da União Europeia, 8 cêntimos acima da média europeia e 20 cêntimos mais cara do que em Espanha. Já o gasóleo ocupa a 9ª posição do ranking europeu. A diferença de preço de Portugal face a Espanha resulta da carga fiscal, já que, sem impostos, o preço da gasolina é mais barato em terras lusas. Sem carga fiscal, cada litro de gasolina 95 em Portugal custaria 62,8 cêntimos, ou seja, seria mais barata do que os 64,7 cêntimos em Espanha.

Os mais Económicos

Gasolina(s):
– Intermarché de Vilar Formoso – 1.399€

– Cepsa de Santa Maria da Feira – 1.429€

– Intermarché de Valença – 1.449€

– Intermarché de Vilar Formoso – 1.459€

– Intermarché de Vila Real de Santo Antonio – 1.459€

Gasóleo(s):
– Intermarché de Vilar Formoso – 1.249€

– Intermarché de Vila Real de Santo António – 1.249€

– Rede Energia de Monte Gordo – 1.249€

– Intermarché de Valença – 1.259€

– Pingo Doce do Fundão – 1.267€

Ler mais
Relacionadas

Prepare a carteira. Vem aí (mais) um aumento nos combustíveis

A partir de segunda-feira, os combustíveis ficam novamente mais caros. Aumento é maior na gasolina, tanto nas cadeias de marca branca, como nas principais gasolineiras.

Ciclones custam 50 milhões à Galp

Prejuízo de milhões – ainda em avaliação – e meses de obras deitados por terra atrasam o parque de tanques de combustível da Galp na Beira, que agora não estará operacional antes de janeiro de 2020.
Recomendadas

Siga estas dicas para aumentar a vida da bateria dos seus equipamentos

Um uso intensivo, num ambiente quente, também não é recomendável, pois a bateria pode sobreaquecer e provocar uma descarga mais rápida ou até mesmo danificar o equipamento.

Vai à Web Summit? Pode deixar moedas e notas em casa

A SIBS e a empresa-mãe da Web Summit renovaram a parceria pelo terceiro ano consecutivo.

Taxas Euribor caem a três e seis meses e sobem a 12 meses

A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação, desceu hoje para -0,365%. A Euribor a três meses também caiu, ao ser fixada em -0,398%.
Comentários