Ensino superior recebe mais 9.274 estudantes. Veja aqui as notas da 2ª fase e as vagas que sobram

Ascendem a 46.721 os estudantes já colocados nas universidades e politécnicos públicos este ano letivo 2019/20.

Já estão cá fora os resultados da segunda fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior: 9.274 estudantes colocados, dos quais 4.789 em politécnicos e 4.485 nas universidades. Tinham sido lançadas a concurso 11.615 vagas, às quais acresceram 2.119 libertadas por candidatos colocados e matriculados na primeira fase que foram agora colocados (segunda fase).

Veja aqui as notas de entrada e as 4.583 vagas sobrantes, que podem transitar para a 3.ª fase do concurso, ou reverter para os concursos especiais e para os concursos de mudança de par instituição/curso. A decisão compete agora às instituições.

Os estudantes poderão realizar a matrícula entre 26 e 30 de setembro junto da instituição de ensino superior onde foram colocados.

Com as duas fases do concurso nacional já realizadas contabilizam-se 46.721 novos estudantes colocados no ensino superior público este ano. Segundo os dados da Direção-Geral do Ensino Superior, disponibilizados às 00h01 desta quinta-feira, 26 de setembro, o número representa um aumento de 1.4% comparativamente ao ano passado.

Relembramos que na primeira fase do concurso foram colocados 44.500 estudantes, dos quais 39.566 efetuaram matricula, o correspondente a 88,9%.

“A colocação de estudantes nesta segunda fase confirma as estimativas de ingresso no ensino superior público, que apontam para cerca de 77 mil novos estudantes em 2019/20 quando
consideradas todas as vias de ingresso”, destaca a tutela.

As vagas colocadas a concurso na terceira fase são divulgadas no dia 3 de outubro no sítio da Internet da Direção-Geral do Ensino Superior: http://www.dges.gov.pt

A candidatura a esta fase é apresentada online entre 3 e 7 de outubro.

Ler mais
Recomendadas

Estudo da GfK diz que ‘propensão para comprar em Portugal’ está abaixo da média europeia

Neste parâmetro, o consumidor que apresenta mais predisposição para comprar é o alemão, enquanto o consumidor espanhol é o que tem menos vontade de adquirir produtos/serviços.

Cuidado com os descontos na eletricidade e no gás, alerta o regulador

O regulador de energia aconselha os clientes a informarem-se antes de assinarem documentos que lhes dá um suposto desconto.

Sabe quanto pode custar, em média, um casamento?

Um casamento não tem necessariamente de ser algo caro, a menos que se prepare uma festa memorável, como costuma ser o caso. Por isso, fizemos as contas e damos-lhe uma ideia de quanto custa casar em Portugal.
Comentários