Equipa do Instituto Superior Técnico vence maratona tecnológica nacional de 24 horas

Os INOVATECOS foram os vencedores da Inovathon Ocean Edition 2019, organizada pelo CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto e pela plataforma Global Compact das Nações Unidas.

Os INOVATECOS, do Instituto Superior Técnico, foram a equipa vencedora da maratona tecnológica de 24 horas, Inovathon Ocean Edition 2019, organizada pelo CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto e pela plataforma Global Compact das Nações Unidas, que decorreu entre os dias 7 e 8 de junho, na vila de Cascais.

O projeto mais votado pretende resolver o problema do plástico que vai para os oceanos, ou seja, em vez de ‘atacar’ o plástivo que já lá se encontra, vai prevenir o plástico que vai para o Oceano. “Desenvolvemos um sistema para ‘gamificar’ e premiar todos os consumidores pelas suas escolhas sustentáveis. Cada vez que fizermos uma compra sustentável – em vez do produto com embalagem de plástico, optarmos pelo papel, por exemplo – vamos ganhar pontos. Esse pontos trazem benefícios. Beneficiamos o consumidor, como a própria superfície comercial, pois incentivam o consumo de bens sustentáveis, fidelizando o cliente e, no final todos ganham”, explicou o porta-voz da equipa Gil Coelho.

Para os promotores desta iniciativa, o CEiiA e o Global Compact das Nações Unidas, uma parceria entre o centro de engenharia e desenvolvimento de produto e o braço da ONU que incentiva as empresas no mundo a adotarem políticas sustentáveis e socialmente responsáveis, este Innovathon atravessou o que consideram fundamental: salvar os oceanos e envolver as novas gerações.

Em setembro a cidade espanhola de Málaga vai receber esta iniciativa, como anunciou o representante do CEiia, Gualter Crisóstomo. “A ideia é alargar esta iniciativa a outros países, como o Brasil e Espanha ainda este ano. Pretendemos alargar ainda esta iniciativa a outros ODS, como o ODS 11 dedicado às cidades e comunidades inteligentes”.

Recomendadas

Facebook suspende “dezenas de milhares” de aplicações por falhas na privacidade

A sua suspensão “não é necessariamente uma indicação de que as aplicações eram uma ameaça às pessoas”, ressalva a rede social.

Airbnb anuncia intenção de entrar em bolsa em 2020

“A comunidade de anfitriões e hóspedes da Airbnb gerou mais de 100 mil milhões de dólares (90,5 mil milhões de euros) em impacto económico direto estimado em 30 países, só em 2018”, assumiu a Airbnb em comunicado.

Huawei lança primeiro ‘smartphone’ sem aplicações Google

Grupo chinês foi sancionado pelos Estados Unidos, atualmente envolvidos num conflito comercial com a China, e colocado em maio numa ‘lista negra’ de Washington, que proibiu as empresas norte-americanas de serviços e de componentes de negociarem com a Huawei, acusada de espionagem.
Comentários