Equipa do Instituto Superior Técnico vence maratona tecnológica nacional de 24 horas

Os INOVATECOS foram os vencedores da Inovathon Ocean Edition 2019, organizada pelo CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto e pela plataforma Global Compact das Nações Unidas.

Os INOVATECOS, do Instituto Superior Técnico, foram a equipa vencedora da maratona tecnológica de 24 horas, Inovathon Ocean Edition 2019, organizada pelo CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto e pela plataforma Global Compact das Nações Unidas, que decorreu entre os dias 7 e 8 de junho, na vila de Cascais.

O projeto mais votado pretende resolver o problema do plástico que vai para os oceanos, ou seja, em vez de ‘atacar’ o plástivo que já lá se encontra, vai prevenir o plástico que vai para o Oceano. “Desenvolvemos um sistema para ‘gamificar’ e premiar todos os consumidores pelas suas escolhas sustentáveis. Cada vez que fizermos uma compra sustentável – em vez do produto com embalagem de plástico, optarmos pelo papel, por exemplo – vamos ganhar pontos. Esse pontos trazem benefícios. Beneficiamos o consumidor, como a própria superfície comercial, pois incentivam o consumo de bens sustentáveis, fidelizando o cliente e, no final todos ganham”, explicou o porta-voz da equipa Gil Coelho.

Para os promotores desta iniciativa, o CEiiA e o Global Compact das Nações Unidas, uma parceria entre o centro de engenharia e desenvolvimento de produto e o braço da ONU que incentiva as empresas no mundo a adotarem políticas sustentáveis e socialmente responsáveis, este Innovathon atravessou o que consideram fundamental: salvar os oceanos e envolver as novas gerações.

Em setembro a cidade espanhola de Málaga vai receber esta iniciativa, como anunciou o representante do CEiia, Gualter Crisóstomo. “A ideia é alargar esta iniciativa a outros países, como o Brasil e Espanha ainda este ano. Pretendemos alargar ainda esta iniciativa a outros ODS, como o ODS 11 dedicado às cidades e comunidades inteligentes”.

Recomendadas

Operações em centro da Cisco em Portugal crescem 28% no primeiro ano

Situado em Lisboa, o centro oferece serviços técnicos, de gestão de rede e de optimização.

Empresas açorianas usam tecnologia para conquistar o mundo

De startups ligadas ao bem-estar animal a grupos económicos de grande dimensão, as empresas açorianas apostam no I&D para expandir negócios. O JE foi conhecer várias empresas que estão a dar cartas lá fora.

Robótica vai ser decisiva para reindustrializar Portugal

Líderes de empresas que desenvolvem robôs e sistemas de automação defendem que estas tecnologias vão ser cruciais para reindustrializar Portugal e a Europa no pós-pandemia. Robôs já fazem muitos trabalhos que os humanos não querem, dizem.
Comentários