Ericsson lança Centro de Competência para Portugal e prevê criar 100 empregos diretos até ao fim do ano

O lançamento deste centro de competência coincidiu com o início de atividade da nova sede da Ericsson, em Portugal.

O Centro de Competência em Sistemas de Suporte Empresarial da Ericsson veio para Portugal e a tecnológica sueca estima que crie 100 empregos diretos até ao fim do ano, fez saber a Ericsson Portugal.

Este centro de competência já está em funcionamento em Lisboa, tendo gerado 77 empregos diretos. Em comunicado, a Ericsson Portugal reafirmou “o seu compromisso com o talento, competência e inovação” de Portugal.

A tecnológica assegurou também que ao integrar o país nos centro de competência em sistemas de suporte empresarial, a Ericsson Portugal conseguirá realizar “operações comerciais centradas no cliente e relacionamento digital e com isso possibilitar às operadoras a rentabilização da experiência do cliente e o apoio a modelos de negócios atuais ou futuras inovações”.

Do Centro de Competência em Sistemas de Suporte Empresarial localizado em Lisboa, a Ericsson Portugal responderá “a todos os clientes na Europa e na América do Sul, uma das principais regiões do grupo”.

O lançamento deste centro de competência coincidiu com o início de atividade da nova sede da Ericsson, em Portugal.

Relacionadas

Vodafone procura aliados para o 5G

Após a instalação da primeira antena de 5G no país, o operador quer “fomentar um ecossistema português propício ao desenvolvimento da nova tecnologia”.

ABB e Ericsson reforçam parceria para acelerar automação de fábricas

O reforço desta parceria prevê que o sistema de automação inteligente venha a ser implantado nas instalações fabris da Ericsson em Tallinn, Estónia, usando um solução de célula robótica flexível totalmente automatizada da ABB.

Ericsson vai instalar 5G na Coreia do Sul

A Ericsson vai fornecer hardware e software de rádio 5G, com base nas normas do 3GPP.
Recomendadas

Trabalhadores da General Motors em greve a partir de segunda-feira

O sindicato United Auto Workers (UAW), o maior do setor automóvel, marcou hoje uma greve que abrange os cerca de 48 mil trabalhadores do gigante norte-americano General Motors (GM) na primeira paralisação em 12 anos.

PremiumPresidente da ATP disponível para novas fusões que unifiquem o setor

Mário Jorge Machado diz que consolidar o associativismo nos têxteis até unir todos os empresários seria benéfico para o setor. Frente internacional é outra prioridade do líder da Associação Têxtil e do Vestuário de Portugal.

Premium70 anos da Santini. Como a teoria do Big Bang se pode aplicar aos gelados artesanais

Desde o avô Attilio, desde a Cortina d’Ampezzo, a história da mais famosa gelataria portuguesa está a comemorar a partir desta semana o seu 70.º aniversário e já vai para a quarta geração dentro da família. O grande salto de expansão da cadeia foi dado, há cerca de 12 anos, com a parceria com a família Botton. Os novos desafios passam por mais lojas em Lisboa, Porto e Algarve, bem como a entrada nos mercados internacionais.
Comentários