Escolas portuguesas no estrangeiro também têm tolerância de ponto

Escolas públicas portuguesas no estrangeiro estão abrangidas pela tolerância de ponto de sexta-feira, a propósito da visita do papa Francisco a Fátima, à semelhança dos estabelecimentos em território nacional, informou o ministério da Educação.

“Aos trabalhadores em funções públicas das escolas, enquanto administração direta do Estado, bem como das escolas portuguesas no estrangeiro, que tenham a mesma natureza de estabelecimentos públicos de educação e ensino, é aplicável a tolerância de ponto concedida pelo primeiro-ministro”, esclareceu hoje o ministério da Educação, em resposta a uma pergunta da Lusa sobre se as escolas portuguesas no estrangeiro estarão fechadas na sexta-feira.

Também o Sindicato dos Trabalhadores Consulares e das Missões Diplomáticas tinha adiantado hoje à Lusa que as embaixadas e consulados portugueses vão encerrar no dia 12, exceto os serviços sujeitos a marcação.

“O princípio é que quem é da administração pública tem de ter os mesmos dias de férias e feriados”, explicou a responsável, que indicou que os postos consulares e missões diplomáticas “são serviços descentralizados”.

Assim, a maioria dos consulados e secções consulares deverão estar encerrados no dia 12, com exceção dos serviços que funcionam por marcação. É o caso do consulado de Londres, exemplificou a dirigente sindical.

Recomendadas

Papa reza pelas vítimas de violência na Nigéria e por entendimento na gestão do rio Nilo

“Que o diálogo, queridos irmãos do Egito, Etiópia e Sudão, seja a sua única escolha, para o bem de suas populações queridas e do mundo inteiro”, concluiu o Papa Francisco.

André Ventura promete “maior marcha alguma vez vista” contra antirracismo em Évora

“Será o nosso grito contra o racismo e marca o arranque do II congresso do partido. Começará às 19:00 nas portas de Évora e marcharemos até à praça do Giraldo, onde terminará a concentração”, garantiu André Ventura, referindo-se à data de 18 de setembro.

Escolas preparam-se para o regresso às aulas com intervalos mais curtos, alunos a ajudar a limpar e ‘take away’ nas cantinas

Falta um mês para o início do próximo ano letivo, que começa entre 14 e 17 de setembro. Neste momento, muitas escolas já concluíram os planos de funcionamento, enquanto outras ainda estão a ultimá-los, segundo a Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas.
Comentários