Escritórios aceleram crescimento da atividade imobiliária em agosto

Dados da consultora Jones Lang LaSalle revelam ainda uma forte atividade da ocupação de escritórios em Lisboa, com os mais de 13.450 m2 tomados a apresentarem um crescimento de 272%, face ao período homólogo de 2017.

A ocupação de escritórios no passado mês de agosto levou um crescimento anual em 40% da atividade imobilária em termos homólogos, segundo os dados revelados esta sexta-feira pela consultora Jones Lang LaSalle (JLL). Agosto registou novamente uma forte atividade da ocupação de escritórios em Lisboa, com os mais de 13.450 m2 tomados a apresentarem um crescimento de 272% face a igual mês de 2017.

Este desempenho mensal, ainda que cerca de 51% abaixo do volume recorde ocupado em julho (27.576 m2), fez acelerar ainda mais o crescimento anual do mercado, com uma ocupação acumulada entre janeiro e agosto (127.845 m2) a aumentar 40% face ao mesmo período do ano anterior.

Mariana Rosa, diretora de Office Agency & Corporate Solutions da JLL, refere que “a procura de escritórios está de tal forma dinâmica que, mesmo com as restrições impostas pela escassez de espaço, o mercado está a mostrar uma atividade robusta, com a recuperação de edifícios a dar uma importante resposta a esta procura e as empresas a procurarem alternativas às localizações empresariais mais consolidadas”.

Recomendadas

Parlamento aprova entrada das Sociedades de Investimento e Gestão Imobiliária em Portugal

O diploma estabelece que estas sociedades só vão beneficiar de vantagens fiscais quando a atividade principal for a aquisição de imóveis para arrendamento durante, pelo menos, três anos.

BCP coloca Forum Barreiro à venda

O espaço comercial foi inaugurado em 2008 e conta com uma área bruta locável de 18.992 metros quadrados, num total de 90 lojas.

Atlético de Madrid: venda de dois terrenos do antigo estádio quase paga cláusula de João Félix

Os dois espaços estão localizados no antigo estádio Vicente Calderón e vão servir para a construção de um projeto habitacional de luxo. O arranque das obras está previsto para o último trimestre de 2020 e a conclusão até ao final de 2022.
Comentários