Espanhola Spotahome vai abrir escritório em Lisboa

A startup que criou uma plataforma online de arrendamento de médio-longo prazo nomeou o gestor Miguel Costa para ‘general manager’ em Portugal. A empresa com ADN português conquistou investidores de Silicon Valley.

A startup espanhola Spotahome, cofundada por um português, vai um abrir escritório em Lisboa em setembro e nomeou Miguel Costa para general manager em Portugal. O consultor passou por empresas como Deloitte, Banco BIG e Talkdesk e fundou o portal Alerta Emprego, onde esteve a trabalhar nos últimos seis anos e continuará como advisor não-executivo.

Em apenas cinco anos a Spotahome recebeu um total de 72 milhões de dólares (cerca de 65 milhões de euros) de financiamento, sendo que a última ronda (série B) foi de 40 milhões de dólares (aproximadamente 36 milhões de euros) e teve à cabeça a sociedade de capital de risco norte-americana Kleiner Perkins – na prática, foi o primeiro investidor de Silicon Valley a apostar numa pequena empresa espanhola.

A chegada ao mercado português da Spotahome faz parte da estratégia de descentralização operacional e visa aproximar a empresa dos senhorios, inquilinos e parceiros. “A equipa de gestão tem muita experiência e este ano juntaram-se executivos vindos de empresas como a Uber, Amazon ou Tripadvisor. Os próximos trimestres vão trazer uma mudança radical na forma como criamos valor para senhorios e inquilinos e vão ajudar a consolidar a Spotahome como uma empresa de referência no setor”, afirma Miguel Costa.

Criada em 2014 por Hugo Monteiro, Alejandro Artacho, Bruno Bianchi e Bryan McEire, esta startup está presente em 11 cidades europeias e opera no mercado tecnológico imobiliário, disponibilizando uma lista de apartamentos, quartos, estúdios e residências de estudantes para arrendamento residencial, no mínimo, de 30 dias. Hugo Monteiro é um dos rostos que passa a fazer parte da ‘equipa alfacinha’, com quem vai trabalhar parte da equipa de vendas e suporte da empresa sediada em Madrid.

“Os arrendamentos mais longos são mais seguros reduzem o risco ocupacional e geram um rendimento estável e previsível. Por outro lado, diminuem em muito a carga de trabalho associada à curta duração. Quando um inquilino fica por vários meses, não é preciso fazer check-in, limpezas, lavandarias e comunicações ao SEF e todas as semanas, nem receber chamadas às 3h da manhã porque o hóspede não consegue abrir a porta”, brinca Miguel Costa.

Recomendadas

“Máximo da década”. Crédito à habitação atinge 10,63 mil milhões em 2019

A Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN) salientou que é preciso “recuar até 2008 para se encontrar um ano com maior volume de crédito concedido”.

PremiumAlfredo, o algoritmo que descobre o valor da sua casa

Chama-se Alfredo IA a empresa que trabalhará em parceria com o Novo Banco para, de forma mais certeira, atribuir um valor a cada imóvel sem utilizar apenas o preço médio de venda por metro quadrado.

Preços das casas de luxo em Lisboa já superam Madrid, Barcelona e Dubai

Valor do metro quadrado ronda os 10 mil euros e já está ao mesmo nível de cidades como Amesterdão e Miami. Estudo da consultora imobiliária Savills aponta para uma subida de entre 6% a 7,9% para 2020.
Comentários