Estado arrecadou mais 233 milhões de euros em impostos

Em janeiro, a receita fiscal aumentou 233 milhões de euros, mais 8,7% face ao mesmo mês deo ano passado. IVA, IRS e IRC foram os impostos que mais contribuíram.

O Estado cobrou mais 233 milhões de euros em impostos em janeiro, um aumento de 8,7% face ao período homólogo do ano passado. A receita fiscal ultrapassou os 2,9 mil milhões de euros, numa evolução explicada pelo desempenho favorável da receita do IVA (mais 7,3%) e dos impostos diretos (mais 12,3%), de acordo com a síntese da execução orçamental de janeiro divulgada esta segunda-feira pela Direção-Geral do Orçamento (DGO).

Em comunicado, as Finanças salienta que o comportamento da receita acompanha a evolução favorável da atividade económica e do emprego. Em janeiro, a receita fiscal do subsetor Estado cresceu 8,7% para 2.914 milhões de euros.

“A receita de IVA aumentou 7,3%, acompanhada pelo crescimento no IRS e IRC. A receita beneficiou ainda do comportamento do mercado de trabalho, visível no crescimento de 8,6% das contribuições para a Segurança Social”, avança o comunicado do ministério liderado por Mário Centeno.

Os impostos diretos aumentaram 12,3%, devido ao desempenho da receita de IRS (mais 8,4% para 1.192 milhões de euros) e de IRC (mais 290% para 60 milhões de euros).

Receita de IVA ultrapassa os mil milhões

Já os impostos indiretos registaram também um aumento de 6,1%, essencialmente justificado pelo comportamento favorável do IVA (mais 7,3%) e do Imposto sobre o Tabaco (mais 24%).

A receita de IVA registou um crescimento homólogo de 71 milhões para 1.040 milhões de euros. Enquanto o IT gerou mais 11 milhões de euros, num total de receita de 59 milhões de euros no primeiro mês deste ano.

Segundo a DGO, apesar da evolução favorável da receita destes impostos indirectos, registam-se ligeiras reduções no ISV (menos 3,3 milhões de euros) e no Imposto do Selo (menos 2,5 milhões de euros).

“Para o incremento cobrança dos outros impostos indiretos do Estado, contribuiu o facto da

Contribuição sobre o Audiovisual ser relevada como imposto nesse subsetor sendo que, até fevereiro de 2017, era reconhecida diretamente como taxa pela RTP”, explica a DGO.

Em janeiro de 2018 os reembolsos relativos à receita fiscal registaram um crescimento homólogo de 4,3%, o que traduz um aumento de 26,4 milhões de euros face ao período homólogo de 2017. A DGO dá conta que este crescimento foi  maioritariamente justificado pelo aumento de reembolsos de IVA (mais 60,5 milhões de euros), tendo-se registado, no sentido inverso, uma redução dos reembolsos em sede de IRC (menos 27,8 milhões de euros).

 

 

 

Ler mais

Relacionadas

Impostos dão excedente de 775 milhões de euros em janeiro às administrações públicas

As receitas aumentaram 6,8% no primeiro mês do ano. Por outro lado, as despesas subiram apenas 4,7% devido ao atraso no descongelamento das carreiras e fim do pagamento do subsídio de natal em duodécimos.

Estabilidade fiscal “é reconhecida internacionalmente”, realça secretário de Estado dos Assuntos Fiscais

Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais recordou que é preciso que o fisco olhe sempre em frente: a economia digital é a próxima aposta para novas receitas.
Recomendadas

Douro inicia vindimas e estima quebra de produção de 20%

A empresa Gran Cruz foi uma das primeiras a arrancar com o corte das uvas no Douro, cerca de uma semana mais cedo do que no ano passado por causa das condições climatéricas, como o calor intenso que poderá tornar este verão num dos mais quentes de que há registo.
marcelo_rebelo_sousa_legislativas

Presidente diz que atividade turística no Algarve está melhor e há hotéis a 70%

“Na situação atual, ainda mais do que há uma semana ou duas ou três, ninguém percebe porque é que o corredor aéreo britânico não abre. Quer dizer, se não abre agora, quando é que abre”, questionou o Presidente da República

Covid-19: Ministério da Agricultura antecipa 112 milhões de euros do Pagamento Único

Será igualmente feito um pagamento de 31 milhões de euros na medida de apoio à Produção Integrada e de 11 milhões de euros na medida de apoio à Agricultura Biológica, desde que reunidas as condições regulamentares relativas ao controlo prévio ao pagamento.
Comentários