Estado tem 11.624 imóveis com valor de mercado de 6.000 milhões

O património imobiliário do Estado atualmente inventariado abrange 11.624 imóveis cujo valor de mercado rondará os 6.000 milhões de euros, revelou hoje o secretário de Estado do Tesouro, Miguel Cruz.

Miguel Cruz, Presidente da Parpública

O património imobiliário do Estado atualmente inventariado abrange 11.624 imóveis cujo valor de mercado rondará os 6.000 milhões de euros, revelou hoje o secretário de Estado do Tesouro, Miguel Cruz.

O governante falava na Comissão de Economia, Habitação, Obras Públicas e Habitação, durante uma audição conjunta com a secretária de Estado da Habitação, Marina Gonçalves, sobre as fragilidades e deficiências apontadas pelo Tribunal de Contas (TdC) ao Sistema de Informação dos Imóveis do Estado (SIIE).

Miguel Cruz advertiu, contudo, que o total de 11.624 imóveis registados reporta a 20 de janeiro [quarta-feira] – “hoje se calhar já não serão esses, já haverá alguma variação”, ressalvou – e que o valor de mercado apontado é apenas uma “estimativa aproximada, com base em várias variáveis, do que pode ser o seu valor de mercado”, já que este “tem uma variabilidade enorme” e só pode ser efetivamente apurado “quando há uma operação em vista”.

Recomendadas

Preço do m2 das ‘penthouses’ subiu quase 10% em 2020

Pandemia tem levado a uma procura de casas com espaços maiores tanto a nível exterior como interior. Apartamentos com quatro ou mais quartos foram os únicos a registar uma descida no preço do m2.

Portugal registou 46.340 fogos em licenciamento em 2020

Este pipeline ficou 2% abaixo do registado em 2019 em número de fogos (19.040), mas superou em 5% o número de projetos (47.150).

Imobiliárias europeias deverão recuperar lucros pré-Covid em 2022

As 20 maiores imobiliárias da Europa irão terminar 2021 com um lucro conjunto de 9,2 mil milhões de euros, o que significa que vão quadriplicar o resultado alcançado em 2020.
Comentários