Estes são os países mais ricos, saudáveis, felizes e seguros do mundo

Noruega, Nova Zelândia e Finlândia lideram o ranking do Índice de Prosperidade Global Anual mas Portugal também ficou (muito) bem classificado. Veja aqui a lista dos países mais prósperos do mundo.

O Legatum Institute, um grupo de reflexão com sede em Londres lançou o seu Índice de Prosperidade Global Anual, um estudo de grandes dimensões que classifica os países mais prósperos do mundo.

O dinheiro que um país possui constitui um dos fatores de prosperidade, no entanto, o Legatum Institute teve em consideração muitos outros fatores no seu ranking.

A organização comparou 104 variáveis diferentes na sua lista. Estas variáveis vão desde os indicadores mais tradicionais como o PIB per capita e o número de pessoas a trabalhar a tempo inteiro até outros dados como o número total de servidores de internet seguros que um país tem e o quão descansadas as pessoas se sentem no seu dia-a-dia.

As variáveis foram então divididas em nove subcategorias: Qualidade Económica, Ambiente de Negócios, Governo, Educação, Saúde, Segurança e Proteção, Liberdade Pessoal, Capital Social e Ambiente Natural.

O índice focou-se em 149 países que têm mais dados das variáveis estudadas disponíveis.

Segundo o Instituto Legatum, a Noruega é o país mais rico, próspero e feliz do globo. Segue-se a Nova Zelândia, na segunda posição, a Finlândia na terceira e a Suiça na quarta. Na cauda do top 5 está a Dinamarca.

Em termos gerais, Portugal encontra-se no 24º lugar do ranking, atrás de países como a Irlanda (no 10º), a Eslovénia (18º) ou Malta (19º), mas acima, por exemplo, de Espanha (25.º), ou Itália (34º).

A nível individual, Portugal obteve a sua melhor classificação na categoria de liberdade pessoal, com a 6ª posição. Enquanto a Educação teve a pior avaliação, ocupando o 42º lugar.

A Segurança e Proteção surge em 20º; o Governo em 25º;  o Ambiente de Negócios em 34º; a Qualidade Económica e o Ambiente Natural em 35º; a Saúde em 37º e o Capital Social em 39º.

Os 10 melhores:

  • Noruega
  • Nova Zelândia
  • Finlândia
  • Suiça
  • Dinamarca
  • Suécia
  • Reino Unido
  • Canadá
  • Holanda
  • Irlanda

Os 10 piores:

  • Afeganistão
  • República Centro-Africana
  • Iêmen
  • Chade
  • Sudão
  • República Democrática do Congo
  • Iraque
  • Mauritânia
  • Angola
  • Burundi

Consulte aqui os resultados completos do ranking

Ler mais
Recomendadas

PremiumFuturo de Espanha decide-se a partir de Estremera

Hegemonia da ERC na Catalunha pode levar a maioria absoluta de esquerda liderada pelo PSOE de Pedro Sánchez, juntando também o Unidos Podemos.

Joana e Mariana Mortágua: “Leva o Bolsonaro para ao pé do Salazar”

“Ó meu rico Santo António, ó meu santo popular, leva lá o Bolsonaro, leva lá o Bolsonaro para ao pé do Salazar”. É assim a letra da música, que envolve o presidente do Brasil, cantada pelas deputadas do Bloco de Esquerda durante uma marcha do 25 de abril. A música foi cantada na presença de Catarina Martins, de Marisa Matias e de um deputado francês. O ditador António de Oliveira Salazar morreu em 1970.

Barclays passa de lucros a prejuízos e admite mais cortes de custos

Ainda segundo os resultados hoje conhecidos as receitas caíram 2% para 5,25 mil milhões de euros de libras (6,1 mil milhões de euros à taxa de câmbio atual), o que levou o banco a admitir que terá de reforçar o cortar custos se a queda de receitas persistirem no resto do ano.
Comentários